Página Inicial Especialidades Ortodontia 10 regras de ouro para moldagens perfeitas
Ortodontia

10 regras de ouro para moldagens perfeitas

3m cimento moldagem
3m cimento moldagem

Copiar o formato das estruturas bucais com detalhes suficientes para a confecção de réplicas fiéis dessas estruturas, que permitem confeccionar próteses funcionais e bem adaptadas à moldagem é um dos procedimentos clínicos mais realizados pelos dentistas.

Mas você sabe o que é necessário para realização de uma moldagem com excelência?

Confira 10 dicas importantes e que vão lhe ajudar na hora do procedimento:

Selecione as viscosidades adequadas do material fluido, de acordo com a técnica de moldagem e instruções de uso. Use moldeiras com o tamanho adequado, rígidas e resistentes.

  • Garanta o afastamento gengival adequado e, se necessário, estanque qualquer hemorragia para obter condições limpas e secas. Se utilizar agentes hemostáticos, enxágue e seque completamente;
  • Aplique adequadamente o adesivo de moldeira e deixe-o secar de maneira adequada;
  • Garanta uma mistura uniforme e homogênea do material de moldagem, preenchendo a moldeira com quantidade suficiente de material. Com todos os materiais de moldagem da 3M Oral Care, as misturas automáticas irão garantir uma mistura adequada;
  • Use luvas que não inibam a polimerização do material de moldagem. As luvas de látex podem inibir a polimerização dos materiais de moldagem à base de VPS. São indicadas as luvas nitrílicas;
  • Mantenha a ponta submersa no material durante a inserção intraoral do material fluido, para evitar a incorporação de bolhas de ar;
  • Insira lentamente a moldeira carregada de forma paralela ao longo eixo dos dentes preparados. Aplique pressão controlada ao inserir a moldeira, para evitar o contato dos dentes/tecidos e o fundo da moldeira. Siga o tempo exato de polimerização dos materiais denso e fluido. Mantenha a moldeira em posição sem exercer pressão e evite qualquer movimento que possa mudá-la de posição ou causar distorções;
  • Ao remover a moldeira da boca, evite rotação unilateral. Siga as instruções de uso sobre os tempos de polimerização recomendados pelos fabricantes antes de remover a moldagem;
  • Verifique as margens do preparo e certifique sua completa captura. Caso contrário, resultados imprecisos poderão ser obtidos: bolhas de ar, rasgamentos, distorções dos materiais, defeitos de escoamento, soltura da moldeira, delaminação entre pastas densa e fluida, visualização da moldeira;
  • Desinfete a moldagem seguindo as instruções de uso dos fabricantes. Enxágue as moldagens com água antes e depois de desinfetá-las e as seque antes de enviá-las ao laboratório.

Ficou bem mais fácil com essas dicas, né? Se você tem alguma duvida ou sugestão (dica) deixa nos comentários.

Publicado por
Gabrielli Nery Wandscheer

Formada em Administração pela Estácio, especialista em Marketing e redação técnica na área odontológica.

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Ortodontia

Aparelho metálico ou estético, qual indicar?

É cada vez mais comum a procura pela máxima estética e discrição....

Ortodontia

Saiba tudo sobre a relação entre ortodontia e oclusão dentária

A oclusão dental é a relação funcional estabelecida entre os dentes superiores...

Ortodontia

Mitos e verdades da Ortodontia

Conheça os maiores mitos envolvendo a Ortodontia e como você, cirurgião-dentista, pode...

Fios Ortodônticos: diferenças, evolução e uso
Ortodontia

Fios Ortodônticos: diferenças, evolução e uso

Confira tudo que você precisa saber sobre fios ortodônticos para fazer a...