Harmonização Orofacial tratamentos estéticos

A área de Harmonização Orofacial está em constante crescimento. É cada vez maior a procura por especializações, cursos e treinamentos em HOF, e até mesmo na graduação em odontologia a especialidade já uma das favoritas dos profissionais em formação. 

Esse aumento de interesse pela especialidade é reflexo do setor de estética, que no Brasil é o terceiro maior do mundo, ficando atrás somente dos EUA e China. O setor teve, ainda, um crescimento exorbitante de 500% de 2015 a 2020 e continuou crescendo em plena pandemia de Covid-19. 

Toda essa movimentação de profissionais e crescimento de mercado tornam essa especialidade clínica cada vez competitiva, afinal, além dos dentistas, há mais profissionais na área da saúde que realizam procedimentos estéticos. 

Logo, é fundamental que o cirurgião-dentista especialista em HOF, esteja sempre buscando as principais tendências da área de estética, fique por dentro das novidades do mercado e, principalmente, estude o comportamento do seu público-alvo. 

Um exemplo é a grande procura por tratamentos estéticos no inverno. Uma demanda que pode ser vista como oportunidade para os profissionais que oferecem procedimentos de harmonização orofacial no consultório odontológico de lucrar nessa época do ano e fornecer experiências e tratamentos diferenciados aos seus clientes. 

A seguir, você confere os motivos que levam o público a procurar por procedimentos estéticos no inverno, os melhores tratamentos para o período e demais técnicas de Harmonização Orofacial que podem ser oferecidas em seu consultório. 

Papelaria personalidade de harmonização orofacial

Benefícios de fazer tratamento durante a estação 

No verão, devido a uma maior exposição ao sol, é comum o aparecimento de manchas, com um grande destaque para o Melasma, que acabam evidenciados pelo sol. A falta de hidratação, devido a elevadas temperaturas, também é comum, bem como um aumento na oleosidade na pele.  

Esse cenário, somado ao fato de que os pacientes não desejam ser privados de atividades ao ar livre, idas à praia ou banhos de piscina, tornam pouco interessante a realização de procedimentos estéticos neste período, levando em conta que a exposição solar prejudica o desempenho de grande parte dos tratamentos. 

À medida que o verão vai embora e o frio se aproxima, as baixas temperatura se tornam mais atrativas para que o público procure esse tipo procedimento, com o intuito de tratar a pele danificada. 

Inúmeras técnicas consistem na remoção de camadas de pele e renovação da pele, tornando-a mais sensível e exposta. 

E considerando que no inverno a incidência de raios solares, comparado às demais estações, é muito menor, executá-los nessa época permite que os pacientes obtenham uma cicatrização mais apropriada e maior qualidade na terapia proposta. 

Além disso, alguns procedimentos causam hematomas que quando expostos ao sol podem manchar a pele. Por isso realizá-los no inverno só agrega bons resultados aos tratamentos. 

Melhores tratamentos para o período 

No inverno a hidratação é um dos pedidos mais frequentes do público, devido a opacidade e ressecamento causado pelo clima mais frio e menor umidade do ar, gerando descamações, textura áspera, irritação e até mesmo manchas na pele. 

Logo, ao fazer uma análise da pele do paciente, é interessante levar em conta quais procedimentos irão proporcionar a hidratação desejada. 

Skinbooster  

O skinbooster é um procedimento intradérmico que visa manter as camadas profundas da pele hidratadas por mais tempo. Os pacientes costumam confundir esse procedimento com preenchimento e volumização, pois também é empregado o ácido hialurônico como ativo.  

Contudo, no caso do Skinbooster, o ácido hialurônico utilizado é mais leve e fluido. É feito o procedimento de forma injetável, aplicando o produto em diversos pontos da face do paciente e estimulando a produção de colágeno, de tal forma que acarreta maior nutrição, elasticidade e suavização de rugas finas. Para melhores resultados, muitas vezes, é preciso realizar mais de uma sessão no paciente. 

Além disso, por se tratar de um procedimento mais simples, pode ser associado ao peeling, laser e luz pulsada, sempre levando em conta o objetivo do caso clínico e o fototipo do paciente. Vale salientar que mesmo o skinbooster sendo uma hidratação profunda, o paciente não deve deixar de realizar as rotinas diárias de hidratação e skin care, usando sempre dermocosméticos de qualidade. 

Peeling

O termo em inglês peeling, significa “descascar” e consiste em delipidar a pele, causando um processo inflamatório controlado, onde na maioria dos pacientes ocorre uma descamação das camadas mais superficiais. Contudo, pode variar de acordo com cada caso clínico. 

O inverno é uma época ideal para o procedimento, pois o paciente não deve se expor ao sol após o procedimento. Os objetivos do procedimento são:  renovação celular, remoção de pele morta, produção de colágeno, atenuação de rugas e linhas de expressão, trato de manchas hiper crômicas, discromias, Melasma, etc. 

Existem diferentes tipos de peeling, a escolha é feita de acordo com o caso clínico do paciente e sua queixa principal.  

Peeling Físico/Mecânico 

Consiste em uma esfoliação física com produtos abrasivos como cremes e/ou aparelhos mecânicos de micro abrasão com cristal e diamante.  

O intuito é a remoção das células mortas e renovação da pele, podendo ser feito antes de uma limpeza, hidratação ou revitalização. 

Peeling Químico 

Trata-se de um estímulo dérmico, por meio de aplicação de agentes químicos. O tipo de produto utilizado e tempo de ação deste variam de acordo com o fototipo do paciente, da avaliação física prévia e de cada caso clínico específico.  

Os produtos mais aplicados são os alfas hidroxiácidos, também conhecidos como AHA. 

Vale salientar que o peeling químico não é indicado para pacientes com histórico de queloides e alergias, pacientes grávidas e pacientes com doenças de pele.  

Paciente com herpes inativa podem realizar peeling, desde que seja feita uma terapêutica antiviral antes do procedimento. 

Peeling com LED, Laser e Ultrassom 

Feito com o auxílio de aparelhos que utilizam luz gerada através de  LED’s e lasers ou por meio de ultrassom, promovem remoção da camada córnea da derme, permitindo que ativos como vitamina C, ácido hialurônico, séruns de hidratação etc., sejam melhor absorvidos.  

A vantagem para o paciente é que, diferente do peeling químico, não há escamação. É possível realizar cada um deles de forma isolada ou associado a outros procedimentos.

Equipamentos de HOF

Radiofrequência e infravermelho

O uso de aparelhos de radiofrequência e luz infravermelha também são ótimas opções para a estação mais fria.

Em relação à radiofrequência, o procedimento consiste em elevar a temperatura da pele e músculo facial do paciente, permitindo uma contração que resulta no desenvolvimento e reorganização das fibras de colágeno e elastina.

É feito utilizando um aparelho de Radiofrequência, dentre eles, podemos citar o TECAR CRV 200. Conhecido mundialmente pela qualidade e tecnologia, consegue veicular transdermicamente, produtos, moléculas e ozônio, de forma não-invasiva e indolor.

Já a terapia com infravermelhos, trata-se de um procedimento muito similar à radiofrequência, de tal forma que, para um melhor resultado, podem ser usadas em conjunto.

No tratamento, o infravermelho é usado para aquecer de forma prolongada as camadas mais profundas da pele e fazer com que os raios penetrem nos tecidos, o que gera contração das fibras de colágeno.

Existem aparelhos próprios, como canetas de Laserterapia ou clusters que emitem luz. Este segundo com um valor um pouco mais acessível. Veja aqui algumas opções!

A radiofrequência e uso de infravermelho geram diversos benefícios para os pacientes, como:

  • redução de rugas e flacidez;
  • prevenção do envelhecimento da pele;
  • aumento da microcirculação e oxigenação;
  • eliminação de toxinas de forma mais acelerada;
  • melhora da aparência da pele;
  • entre outros.

Quer saber mais sobre Eletroterapia na Odontologia? Leia o artigo aqui no Eu Amo Odonto!

Carboxiterapia Facial

A carboxiterapia facial é um procedimento estético injetável que consiste na utilização de CO2 – dióxido de carbono medicinal de alta pureza.

 O gás utilizado na técnica é diferente do CO2 comumente encontrado em bebidas gaseificadas.  Para a carboxiterapia é empregado gás medicinal, com 99,9% de pureza.

Para execução da técnica, além da realização de um curso de Carboxiterapia, é necessária a utilização de um aparelho apropriado. É com esse equipamento que o CO2 medicinal é injetado na pele gerando um pequeno processo inflamatório.  

O gás carbônico desempenha um importante papel no aumento da circulação sanguínea. Agindo como um vasodilatador, promove um aumento de oxigenação na região de aplicação, além de acelerar o metabolismo e contribuir com a queima de gordura.

Outro benefício é a redução do PH local, otimizando a drenagem sanguínea e linfática e permitindo uma maior circulação de nutrientes e eliminação de toxinas.

Em relação ao aspecto da pele, os efeitos podem ser vistos já nas primeiras aplicações. Devido aos estímulos na produção de colágeno e elastina é possível perceber:

  • redução da flacidez cutânea;
  • melhora no processo de cicatrização;
  • redução de olheiras;
  • Atenuação de rugas e linhas de expressão.

O tratamento é feito em sessões, a necessidade varia de acordo com a queixa do cliente e análise facial, podendo ser feito em conjunto com outros procedimentos como a radiofrequência.

Ainda, é importante que o cirurgião-dentista oriente seus pacientes sobre os cuidados e possíveis efeitos pós-procedimento. É comum que eritemas vermelhos, aumento de temperatura, volume, dor e inchado ocorram no local de aplicação.

Luz intensa pulsada (LIP)

A aplicação de luz intensa pulsada ou LIP é um procedimento, feita por um aparelho específico, que emite diversos tipos de onda, sendo elas todas as cores do espectro visível.

De forma semelhante ao laser de alta potência, a luz atinge as camadas mais profundas da pele, causando um processo inflamatório subclínico no tecido, com foco em melanina e hemoglobina.

A quantidade de sessões de LIP varia de acordo com o fototipo, objetivo de tratamento e resposta individual de cada paciente e pode, ainda, ser feito em associação ao peeling para potencializar os resultados estéticos

É indicada para fotorejuvenescimento facial, tratando:

  • vasos sanguíneos dilatados (telangiectasia);
  • rugas e linhas de expressão;
  • manchas;
  • Acne;
  • Hipercromias.

Devido a potência da luz, o aparelho emite um flash no momento do disparo, então é necessário sempre proteger os olhos dos pacientes durante as sessões. O tratamento não é indicado para gestantes, pacientes com epilepsia, pacientes que fazem uso de medicamentos fotossensíveis.

É um procedimento ideal para ser oferecido no inverno, pois uma das principais vilãs pós-procedimento é a luz solar. Além disso, devido ao laser ser atraído pela melanina, não pode ser aplicado em peles bronzeadas e pretas/negras.

Microagulhamento

Muito conhecido pelos pacientes, o Microagulhamento consiste em realizar perfurações múltiplas e finas na pele do paciente. O tratamento pode ser feito de forma manual, utilizando um Dermaroller, ou de forma automática com uma caneta de microagulhameto DermaPen.

Ao entrar em contato com a pele, as agulhas promovem micro-lesões, gerando um processo inflamatório e uma reparação do tecido facial. Todo esse processo estimula o fibroblasto a produzir fibras de colágeno e elastina, tornando o microagulhamento ideal para o tratamento de rugas, linhas de expressão e cicatrizes de acne.

A principal diferença entre os produtos mencionados é a forma como os micros furos são feitos. No caso do dermaroller, as perfurações ocorrem ao longo da passagem do produto na face, ou seja, a agulhas entram “rolando” na pele, causando maiores lesões.

Já com a caneta DermaPen, a perfuração da pele é feita de forma direta, com cinco opções diferente de velocidade, diminuindo os riscos de complicação, causando menos danos epidérmicos e uma rápida recuperação.

Em ambos as situações, cabe ao cirurgião-dentista avaliar a altura desejada da agulha, de acordo com cada caso clínico.

Harmonização Orofacial Dental Speed

Em suma, há inúmeras terapias que podem ser oferecidas no consultório odontológico com a chegada do inverno, podendo ser feitas de forma isolada ou associadas a outros procedimentos.

Todavia é fundamental que, ao vender novos tratamentos, o profissional de Harmonização Orofacial esteja seguro do que será realizado e domine as técnicas e protocolos. Ainda, é essencial a anamnese detalhada, análise da pele, avaliação criteriosa e utilização de produtos com qualidade comprovada, a fim de evitar intercorrências e complicações.

Por fim, na Dental Speed você encontra uma grande diversidade em produtos de HOF, ideais para realização de análise facial, skinbooster, peeling, microagulhamento, carboxiterapia, além de equipamentos para estética facial como lasers, LED, infravermelhos, ultrassons e radiofrequência.

Tudo para abastecer o consultório de Harmonização Orofacial com os melhores itens do mercado!

Antes de ir, aproveite para comentar quais temas da área odontológica você quer ler aqui no Eu Amo Odonto! Até a próxima.

Fontes:

TRATAMENTOS estéticos no inverno: o que oferecer aos meus clientes?: -. Blog Gestão de Estética, Https://www.gestaodeestetica.com/tratamentos-esteticos-no-inverno/, p. 1-1, 5 jul. 2017.

PROCEDIMENTOS estéticos no inverno: porque é a melhor época: Tratamentos Faciais. Instituto Vitor Erlacher, Https://vitorerlacher.com.br, p. 1-1, 22 ago. 2020.

O GUIA DEFINITIVO PARA PROCEDIMENTOS ESTÉTICOS DURANTE O INVERNO. Blog ADCOS PROFISSIONAL, Https://www.adcosprofissional.com.br, p. 1-1, 1 fev. 2021.

4 Opções de Revitalização Facial na HOF. CONTOX, Https://contox.com.br/, p. 1-1, 20 jan. 2019.

RADIOFREQUÊNCIA: para que serve, como é feita e possíveis riscos. BLOG TUA SAÚDE, Https://www.tuasaude.com/, p. 1-1, 20 jan. 2021.

COMO FUNCIONA a carboxiterapia facial? Entenda!. GIOlaser, Https://www.giolaser.com.br/, p. 1-1, 20 jan. 2021

MERCADO de estética brasileiro movimenta bilhões de reais e se destaca no mundo. Bloxs Investimentos, Https://conteudos.bloxs.com.br/, p. 1-1, 22 out. 2021.

TUDO SOBRE PEELLING – Aula Teórica. Youtube: Tratando de Estetica com Gabi Tuller, 2016. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=VLwFjBemyAo. Acesso em: 4 fev. 2022.

PALESTRA “Carboxiterapia em tratamentos estéticos” – Dr. Rodrigo Jahara. Youtube: HTM Eletrônica, 2017. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=_e6H88qsLtQ. Acesso em: 4 fev. 2022.

Redatora em Blog Dental Speed
Formada em Administração pela Estácio, especialista em Marketing e redação técnica na área odontológica.
Gabrielli Nery Wandscheer
Últimos posts por Gabrielli Nery Wandscheer (exibir todos)

Artigos relacionados

Compressor de ar odontológico: como escolher

Compressor de ar odontológico: como escolher

Odontologia
Está em dúvida sobre qual compressor escolher? Veja como escolher o compressor de ar ideal para o seu consultório e quais cuidados necessários você deve adotar para garantir uma maior vida útil do seu equipamento!

Education Template