Página Inicial Artigos mais lidos Silicone de adição: a melhor escolha para moldagens de alta precisão
Artigos mais lidos

Silicone de adição: a melhor escolha para moldagens de alta precisão

Hoje, no mundo da odontologia estética, é impensável utilizar outro material de moldagem que não seja o silicone de adição, devido a todas as vantagens que ele oferece ao Cirurgião-Dentista e seus pacientes.

Além de conseguir reproduzir modelos com grande fidelidade de cópia e reprodução de detalhes, os silicones são materiais extremamente versáteis e permitirão que seu técnico em prótese dentária realize trabalhos protéticos com a qualidade que você espera.

A seguir, conheça os benefícios de utilizar esse material, as principais técnicas de manipulação e moldagem e os melhores silicones de adição presentes no mercado odontológico.

O que é silicone de adição?

O silicone de adição — também conhecido como silicona de adição, polivinilsiloxano ou vinilpolisiloxano — é um material de moldagem amplamente utilizado na Odontologia.

É o material de escolha dos Cirurgiões-Dentistas que desejam obter cópias ou impressão negativa de dentes ou arcada dentária do paciente com extrema qualidade e fidelidade.

Comercialmente, o silicone de adição está disponível em diversas consistências — extra leve, leve, média, pesada e muito pesada – para atender diferentes situações clínicas e necessidades profissionais.

Em relação as vantagens oferecidas pelo produto, podemos citar:

  • Excelente estabilidade dimensional;
  • Facilidade de manipulação;
  • Alta fidelidade de cópia e reprodução de detalhes;
  • Ótima recuperação elástica;
  • Alta resistência à laceração;
  • Resistência à deformação permanente;
  • Entre outros.

Quando usar silicone de adição?

Os silicones de adição são produtos extremamente versáteis e com uma ampla variedade de aplicações, indicados principalmente para procedimentos na área de odontologia estética.

De modo geral, podem ser usados em casos de:

  • Restaurações indiretas (Inlays, Onlays, Overlays);
  • Próteses fixas;
  • Próteses parciais removíveis;
  • Restaurações sob implantes;
  • Laminados;
  • Modelos de ortodontia.

Como manipular o Silicone de Adição?

Apesar de todas as qualidades apresentadas por esse material de moldagem, é importante citar que o silicone de adição possui única desvantagem: não pode ser manipulado com luvas de látex.

Isso porque o enxofre utilizado durante o processo de fabricação de luvas de látex — e de alguns modelos de luvas nitrílicas — inibem a reação de polimerização do material de moldagem.

Logo, para não prejudicar os resultados da sua moldagem e manter as boas práticas de biossegurança em seu consultório, é recomendado que você faça a manipulação do silicone de adição em massa utilizando luvas vinílicas.

“A questão da incompatibilidade do látex com silicone de adição é tão crítica que ela pode interferir inclusive se você tocar com a sua mão enluvada nos dentes do paciente previamente a moldagem. Por isso, tenha muita atenção durante esse processo.” Explica o professor Alexander Nishida, Mestre e Doutor em Biomateriais.

Ao mesmo tempo, existe outra forma de manipular o silicone de adição sem que haja a necessidade de usar luvas de vinil.

Passo a Passo

Confira o passo a passo a seguir:

  • Pegue uma placa de vidro e uma espátula limpa;
  • Separe as quantidades necessárias para realizar a moldagem — uma ou duas colheres de cada uma das massas (pasta base + pasta catalisadora);
  • Sobre a placa de vidro, realize a manipulação inicial utilizando a espátula;
  • A partir do momento em que a mistura das duas massas se tornar homogênea, a principal reação de polimerização já terá ocorrido. Nessa hora, você poderá terminar a manipulação do silicone utilizando as suas próprias luvas de látex sem que elas prejudiquem a sua moldagem*.

Essa é uma dica importante para que não ocorram contaminações cruzadas durante os processos restauradores no seu consultório.

Além disso, evita desconfortos ou desentendimentos com o seu paciente que possam ser causados por conta da manipulação de produtos sem o uso de luvas.

*Informação importante: já existem trabalhos científicos que comprovam que não há mais interferência do enxofre nessa etapa específica de polimerização do polivinilsiloxano.

Técnicas de moldagem com silicone de adição

As moldagens com silicone de adição podem ser feitas utilizando diferentes técnicas. As mais comuns são a técnica de dois passos e a técnica de moldagem simultânea.

Moldagem de dois passos (dois estágios)

A técnica de dois passos, como o próprio nome sugere é caracterizada pelo ato de moldagem em dois estágios.

Primero, é feita uma moldagem preliminar com o silicone do tipo pesado (massa/ putty).

Na sequência, é realizada uma segunda impressão utilizando o silicone de adição de viscosidade regular / leve para obtenção de detalhes finos.

As principais vantagens apresentadas pela técnica de moldagem em dois tempos são:

  1. Método com mais etapas, facilitando o aprendizado;
  2. Maior previsibilidade, principalmente em casos em que há necessidade de afastamento gengival;
  3. Melhor posicionamento da moldeira.

“Se você está realizando suas primeiras moldagens, recomendo que você faça a moldagem em dois passos, onde você faz uma moldagem primeiro do silicone pesado, retira da boca, realiza os alívios de escoamento e depois realiza a moldagem com silicone leve.”, sugere o professor Nishida em Webinar sobre silicones de adição da Zhermack.

Moldagem simultânea (passo único)

Já na modalidade de moldagem de passo único, os silicones de adição leve e pesado são levados em boca de forma simultânea, ou seja, ao mesmo tempo.

É uma técnica muito comum nos consultórios porque apresenta uma dinâmica mais rápida e a mesma qualidade e fidelidade de cópia da moldagem em dois passos.

Contudo, exige um pouco mais de experiência do profissional.

Dentre as principais vantagens da técnica simultânea em relação à técnica de dois passos, podemos citar:

  1. tempo de cadeira reduzido;
  2. menor esmagamento do tecido gengival;
  3. menor desconforto para o paciente, pois ele passa pelo ato de moldagem uma única vez.

Em ambas as técnicas é muito importante respeitar o tempo de trabalho dos silicones de condensação e cronometrá-lo para garantir resultados satisfatórios em seus casos clínicos.

Professor Alexander Nishida, Mestre e Doutor em biomateriais, também alerta sobre um erro comum ao realizar a técnica:

“Aquele hábito que nós temos de verificar se o silicone endureceu, conferindo se a marquinha do dedo ou a marca do instrumento parou de ser realizada, não é adequado. Remover a moldeira da boca antes do tempo de presa completo pode significar uma alteração da fidelidade que eu precisaria para o meu trabalho.”

Por isso, obedeça às especificações de cada fabricante e esteja atento aos tempos para que não haja nenhum inconveniente e nenhuma perda na qualidade final do seu trabalho.

Limpeza e desinfecção de moldes

A higienização dos moldes que serão enviados para o laboratório de prótese também deve fazer parte das rotinas de biossegurança do consultório odontológico.

Por isso, após avaliar a qualidade da cópia e antes de enviar essa moldagem para o seu protético, realize a limpeza e desinfecção dos moldes.

Etapa de limpeza

A etapa de limpeza é caracterizada pela remoção de material orgânico — como sangue, saliva e demais fluidos — da superfície do modelo. 

Para isso, lave os moldes com água corrente e deixe-os escorrendo no mesmo local. Nunca utilize ar ou vapor para a secagem.

Etapa de desinfecção

A etapa de desinfecção consiste na eliminação de quaisquer microrganismos presentes nos moldes, evitando-se assim a transmissão de patologias ou contaminação cruzada.

Nesse caso, mergulhe os moldes de silicone em solução desinfetante ou borrife sobre a superfície dos modelos a solução de limpeza de sua preferência.

Imagem tabela: E-book: Biossegurança e desinfecção de materiais de moldagem e moldes para profissionais de prótese dentária (2020).

Vale salientar que as orientações de limpeza e desinfecção variam de acordo com o material de moldagem utilizado. Alginato e poliéter, por exemplo, não podem ficar imersos em agentes desinfetantes.

Quais são os melhores silicones de adição?

Os silicones de adição são os materiais que apresentam a melhor qualidade e fidelidade de cópia dentro da gama de produtos para moldagem presentes no mercado.

Mas, quando o assunto é moldagem de alta precisão, é preciso ir além e optar por produtos de marcas confiáveis e respeitadas no segmento odontológico.

Um exemplo de marca líder em moldagem é a Zhermack, que há mais de 35 anos vem produzindo e distribuindo produtos inovadores e de qualidade excelente, e hoje faz parte da multinacional Dentsply Sirona.

Os produtos da Zhermack são desenvolvidos em parceria com importantes instituições de ensino e pesquisa.

Além disso, seguem rigorosos padrões internacionais de qualidade em seu processo de fabricação – como ISO 9001 e ISO 14001.

A seguir, conheça os principais silicones de adição disponíveis no portfólio da Zhermack:

Silicone de Adição Elite HD +

Elite HD plus é um dos mais importantes silicones de adição para uso clínico da Zhermack, indicado para próteses fixas na técnica de moldagem simultânea ou moldagem em dois tempos.

Altamente versátil, apresenta uma grande variedade de viscosidades que atendem diferentes necessidades e situações clínicas.

Além da versatilidade de utilizações, Elite HD+ oferece benefícios como:

  • Qualidade de cópia e máxima precisão na reprodução de detalhes;
  • Dureza de 60 Shore-A;
  • Recuperação elástica de aproximadamente 99,5%;
  • Elevada estabilidade dimensional;
  • Facilidade da manipulação manual ou opção de manipulação semiautomática, utilizando, por exemplo, pistolas e pontas misturadoras;
  • Sem glúten e sem lactose, permitindo o uso em pacientes intolerantes.

Confira as principais apresentação disponíveis de Elite HD+:

Elite HD + Putty Soft Denso – pesado (massa);

(Fonte imagem: Dental Speed)

Elite HD + Regular Body Normal – fluido (regular);

(Fonte imagem: Dental Speed)

Elite HD + Light Body Normal – fluido (leve);

(Fonte imagem: Dental Speed)

Elite HD +Light Body Fast – fluido (leve).

Fonte imagem: Dental Speed)

Assista ao vídeo “Testados e Aprovados” de nosso canal no Youtube e veja na prática como manipular Elite HD+ da Zhermack:

Silicone de Adição Gingifast

Gingifast é uma gengiva artificial de uso laboratorial, indicado para a reprodução do tecido gengival em modelos de prótese fixa.

Apresenta excelente aparência natural devido à translucidez e vascularização presentes no material, o que fará total diferença na percepção da qualidade final dos trabalhos protéticos.

Principais vantagens de utilizar o silicone de adição Giginfast:

  • estabilidade dimensional de até 21 dias, favorecendo a comunicação entre o laboratório e o consultório;
  • alta dureza que irá permitir, por exemplo, que seja desgastado para uma melhor adaptação do trabalho protético;
  •  Shore-A 70 – rigidez extremamente elevada que permite resistência e longevidade para que você possa conservar o seu trabalho durante o transporte;
  • tempo de trabalho de 2 minutos e tempo de presa completa de 10 minutos, mostrando assim uma alta versatilidade para o trabalho protético.
Possui apresentação em cartuchos para ser utilizado em pistola de auto mistura.
(fonte imagem: Dental Speed).

Silicone de adição Hydrorise

Hydrorise é um silicone de adição com alta hidrocompatibilidade que se adapta perfeitamente às diferentes morfologias dentais.

Devido a sua exclusiva Tecnologia AMDA (Advanced Moisture Displacement Action), promove ação de deslocamento de humidade durante a moldagem para uma máxima reprodução de detalhes.

Além da hidrocompatibilidade superior, Hydrorise apresenta:

  • Estabilidade dimensional: mantém a precisão da impressão por até 18 dias;
  • Biocompatibilidad: mesmo em mucosa danificada, reduz o risco de irritação ou sensibilização dos tecidos orais;
  • Tixotropia: silicone não flui na cavidade oral durante a obtenção do molde. 
Silicones de Adição Hydrorise Putty e Hydrorise Light Body da Zhermack.
(Fonte imagem: Zhermack. Disponível em: https://www.zhermack.com/en/product/hydrorise-putty/)

Além das características já citadas, Hydrorise é um silicone de adição com recuperação elástica de pelo menos 99% e alta resistência ao rasgamento.

“Isso significa que quando você for remover a moldeira com o silicone da boca do seu paciente, o silicone não vai rasgar por conta do contato em áreas retentiva ou áreas onde a entrada para cópia é um pouco mais difícil.”, explica Professor Alexander Nishida.

Além disso, é um material que pode ser escaneado sem a necessidade de pigmentos ou displays especiais, otimizando os fluxos de dentistas que já aderiram à Odontologia Digital em seus consultórios.

WEBINAR ZHERMACK: Quando usar silicones de adição?

Agora que você já conferiu as principais vantagens oferecidas pelo silicone de adição, que tal se aprofundar mais no assunto para promover moldagens de alta qualidade em seus casos diários?

Assista ao webinar completo: Quando usar silicones de adição? promovido pela Dental Speed em parceria com a Zhermack.

Nesse evento, Professor Alexander Nishida abordará as principais indicações dos silicones de adição da Zhermack, além de técnicas que irão facilitar a sua rotina clínica e melhorar seus resultados estéticos.

Leia mais matérias no blog da dental que ama odonto! Você pode se interessar também por:

· Moldagem com silicone de condensação: indicações e benefícios

· Passo a passo de uma moldagem em Ortodontia

Gostou do conteúdo? Deixe um comentário. Vamos adorar conversar com você!

Referências consultadas para produção do conteúdo:

  1. WEBINAR. Zhermack . Disponível em: https://www.youtube.com/watch?list=PLVQ9j6FKYWXY9isjDoHi1T6SqFw9GFIhH&v=hjqxTXbx0o8
  2. SIMPATIO. Silicone de adição envolve técnica eficaz com bons resultados. Disponível em: https://simpatio.com.br/silicone-adicao
  3. ODONTO UP. Silicona de Adição e Condensação. Disponível em: https://www.odontoup.com.br/silicona-de-adicao-e-condensacao/
  4. CFO. Manual de Desinfecção. Disponível em: https://website.cfo.org.br/wp-content/uploads/2020/04/Manual-Desinfeccao-1.pdf
  5. Revista Implante News. Disponível em: https://revistaimplantnews.com.br/moldagem-de-precisao-com-silicone-de-adicao-pela-tecnica-de-dois-passos/#:~:text=Por%20sua%20vez%2C%20a%20t%C3%A9cnica,m%C3%A9todo%20de%20posicionamento%20da%20moldeira
  6. Zhermack. Disponível em: https://www.zhermack.com/en/
Publicado por
Gabrielli Nery Wandscheer

Formada em Administração pela Estácio, especialista em Marketing e redação técnica na área odontológica.

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Artigos mais lidosEndodontia

Conheça as Principais Técnicas de Obturação Endodôntica

A busca pelo sucesso endodôntico inicia-se com um correto diagnóstico e planejamento...

Artigos mais lidosSaúde Bucal

Guia completo: escovas dentais manuais e elétricas

As escovas dentais são produtos essenciais para realização de uma boa higiene...

Artigos mais lidos

Lesões benignas x Lesões malignas na cavidade bucal

A cavidade bucal é sede de diversas patologias de etiopatogenias variadas. Dentre...

Solverwp- WordPress Theme and Plugin