Eu sei como é ter o financeiro bagunçado.  Já quebrei uma empresa e demorei algum tempo para entender que a minha busca não se resumia em dezenas de pacientes entrando pela minha porta em um dia, mas quantos voltariam em 6 meses, 1 ano ou, no melhor dos casos, seriam tão fiéis que eu poderia até mudar de cidade, mas eles encontrariam um jeito de ser atendidos por mim. 

Durante esse processo comecei a pensar a médio e longo prazo. Não, isso não aconteceu do dia para noite. Foi depois de muita troca de experiência, aulas, livros e horas de atendimento e gestão da minha própria clínica, que virei uma chave na minha cabeça.

Estou falando de recorrência, e como isso realmente nos ajuda a chegar onde queremos, seja lá qual for o seu objetivo ou sonho. De quebra, ainda é um grande incentivo para você olhar para o financeiro da sua clínica com outros olhos.

Vem comigo?

 

5 razões para pensar em recorrência

A recorrência ganhou bastante destaque nos últimos anos porque é o modelo de cobrança utilizado por empresas muito conhecidas, por exemplo, a Netflix.

Essas empresas cobram um valor mensal para você usar os seus serviços e, muitas vezes, usufruir de benefícios exclusivos por isso. Resumindo de um jeito mais direto, recorrência nada mais é do que vender uma vez e receber mais pagamentos do mesmo cliente.

Isso é bem comum em negócios de todos os tipos: convênios médicos, clubes de assinatura (livros, cervejas, vinhos, maquiagens), times de futebol, entre outros.


No caso das clínicas odontológicas, a recorrência é um divisor de águas.  Ele vai ter possibilitar:

  1. Prever melhor quanto receberá nos próximos meses;
  2. Fazer menos esforço para vender tratamentos;
  3. Ativar a mentalidade que precisa para ganhar mais;
  4. Se educar para controlar a inadimplência; 
  5. Dividir a responsabilidade com a equipe.

 

E sabe o que é ainda melhor? Com a estratégia certa, qualquer um consegue alcançar os resultados aqui de cima. 

O primeiro passo para para isso acontecer é você criar Pacotes de Prevenção, e vou explicar aqui embaixo como fazer isso. A segundo passo é registrar e ter visibilidade, o que passa por uma organização bem básica. 

 

Pacotes de prevenção: o pé na porta da recorrência

Faça uma lista com os tratamentos que você oferece e são mais desejados pelos pacientes. Depois, crie umas 3 opções de pacotes de tratamento e pense em um desconto atraente para sua oferta ficar ainda mais irresistível. 

Faça uma apresentação que explique os benefícios de manter a saúde bucal como uma prioridade, reforçando o valor do que você está oferecendo. Você precisa lembrar o quanto isso faz diferença no bem-estar dele (a). 

Ofereça esses pacotes para todos os pacientes que estão concluindo, ou já concluíram, tratamentos com você. 

Importante: não esqueça de destacar suas condições de pagamento, se possível demonstrando até o valor em um parcelamento. 

Se esforce um pouco para vender esses pacotes. Quando você começa a ver os pagamentos gerando receita mensal, é quase impossível não sentir vontade de vender ainda mais tratamentos dessa forma. E se a pessoa disser o ‘sim’, sua secretária entra em ação. É dela a missão de alinhar o agendamento, observando as datas previstas no pacote. Isso é bem importante!

Simples Dental

Faça o time abraçar a estratégia

Para que a venda de Pacotes de Prevenção funcione, é bem importante convencer a sua secretária de que o papel desempenhado por ela é determinante nessa ação. 

Separei algumas sugestões para facilitar o treinamento na sua clínica.

  • Quando sua secretária ligar para agendar as consultas, é necessário observar feriados e datas comemorativas. A obrigação de saber é de vocês;
  • Além disso, estimule ela a perguntar sobre aniversários na data ou próximos. Além de gerar uma conexão mais pessoal, ela pode anotar isso na ficha do paciente para você comentar nas próximas consultas;
  • Se você ainda não possui um sistema com confirmação de consultas automáticas, lembre-se dela anotar todos os retornos que foram combinados;
  • Peça para ela registrar qualquer situação ou comentário que ajude a vender mais tratamentos para os pacientes.  Ex.: viagens, formaturas, eventos, etc.

 

As informações que seu time conseguirá devem ser usadas para melhorar ainda mais os pacotes e a ofertas deles.

Acompanhe os resultados 

Finalmente, uma das coisas que você mais vai ouvir sobre recorrência é que ela oferece mais previsibilidade para a sua clínica. Isso é verdade, mas é preciso acompanhar esses resultados para saber se isso está ajudando de verdade. 

Pensa comigo: você sabe onde investirá esse caixa extra que chegará com a recorrência? 

Pense nos sonhos que você quer alcançar, descubra quanto precisa para isso, descubra quanto ganha e gasta e invista nesse pensamento a médio e longo prazo.  Começar pelos pacotes de prevenção é um excelente estímulo para criar essa mentalidade. Assim, você terá um destino e um mapa em suas mãos.

Se você não tem um software de gestão, como o Simples Dental, registre essas informações onde for melhor para você. Num papel, numa planilha ou até no bloco de notas do seu celular.

O financeiro é o velocímetro da sua clínicaAssim com em um carro, ele mostrará a velocidade que você está e, dessa forma, decidir se precisa aumentar ou diminuir o ritmo que os recursos entram e saem.  Se você quer as informações financeiras da sua clínica atualizadas, com indicadores (fluxo de caixa, ticket médio, pacientes inadimplentes) atualizados e filtráveis pelo período que você quiser, sugiro que dê uma olhada no Simples Dental. 

Meu objetivo aqui não é vender o Simples Dental, mas é que eu coloco a minha mão no fogo pelo que eu faço e sei que o controle financeiro que milhares de clínicas no Brasil precisam é simples, sem complicações e complexidades. 

Negócios que estão a um passo de serem ainda mais incríveis, basta um olhar diferente sobre gestão e a coragem de acompanhar dois números por mês: quanto ganham e quanto gastam.

 Que esse conteúdo seja o começo da sua caminhada. Conte comigo!

Um abraço e fique com Deus.

 

Artigos Relacionados