Outubro Rosa: a Odontologia na prevenção do câncer

OdontologiaSaúde Bucal

Outubro Rosa é internacionalmente conhecido como o mês de prevenção ao câncer de mama. 

Seu principal objetivo é a conscientização da população, principalmente mulheres, sobre a importância do autoexame como forma de prevenção e diagnóstico precoce da doença. 

Depois do câncer de pele não melanoma, o câncer de mama é o tipo de tumor mais afeta e mata mulheres brasileiras. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), a estimativa para o triênio 2020-2022 é que ocorram 66 mil novos casos a cada ano. 

Como profissionais da saúde, dentistas possuem uma responsabilidade dupla durante o Outubro Rosa, tanto em relação ao autocuidado e prevenção pessoal quanto a disseminação de informações para os seus pacientes sobre esse movimento. 

Confira nesse artigo como o cirurgião-dentista pode participar dessa importante campanha de combate ao câncer. 

conta com a gente dental speed

Outubro Rosa e a Odontologia 

O Outubro Rosa surgiu na década de 90 em Nova Iorque (EUA), foi ganhando força ao longo dos anos e atualmente é celebrado em vários lugares do mundo. 

No Brasil, a campanha mobiliza todo o país. Por isso, outubro é um mês repleto de eventos, ações e iniciativas que divulgam a importância da prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer de mama. 

Celebrar o Outubro Rosa no consultório odontológico é uma ótima forma de demonstrar preocupação com a saúde integral de seus pacientes, além dos problemas ou doenças que ele traz ao consultório. 

Por outro lado, dentistas também possuem um importante papel no combate ao câncer, atuando na prevenção, controle e tratamento de possíveis alterações bucais durante todas as etapas do tratamento oncológico. 

Dicas para promover a prevenção do câncer no consultório

Saiba que qualquer iniciativa já é um sinal de cuidado e atenção ao próximo, e há muitas formas de divulgar essa campanha em seu consultório. 

Separamos algumas dicas de como mobilizar sua equipe odontológica e seus pacientes e contribuir para a prevenção e diagnóstico precoce da doença. Confira! 

ebook o poder do diagnóstico na odontologia Dental Speed

Use o laço do Outubro Rosa 

Na prática, comece com ações mais fáceis de serem realizadas, como o uso de laços cor-de-rosa, símbolo universal da campanha.  

Ainda que simples, o laço do Outubro Rosa carrega um importante significado, representa a luta de milhares de mulheres contra o câncer de mama. 

Usar o laço demonstra que você e sua equipe apoiam a campanha e ainda pode dar início a uma boa conversa sobre o tema durante os atendimentos odontológicos. 

Compartilhe informações e conteúdos 

Apesar de ser um tema muito difundido, divulgar informações de qualidade sobre a prevenção do câncer de mama nunca é demais.  

O conhecimento leva à conscientização sobre a doença, seus fatores de risco e medidas de detecção precoce.  

Aproveite a consulta odontológica para conversar com suas pacientes sobre a importância do autoexame e exame clínico das mamas (mamografia). 

Como apoio, utilize o Cartaz do Outubro Rosa da Dental Speed. Ao notar que elas estão interessadas, ensine o passo a passo para as pacientes acompanhando as dicas do cartaz. 

Conhecer o próprio corpo é fundamental para identificar alterações como nódulos na região das mamas e axilas, secreções, mudanças de cor da pele, assimetrias, etc.  

Incentive doações de cabelo 

A queda de cabelo (alopecia) é um dos principais efeitos do uso de medicamentos quimioterápicos e pode causar grandes impactos na qualidade de vida e autoestima de pacientes oncológicas. 

Pensando nisso, uma forma de renovar o visual e ainda ajudar mulheres em tratamento quimioterápico é realizar ou incentivar a doação de cabelo para a produção de perucas. 

A recuperação da autoestima é importantíssima para a melhora durante o tratamento e superação da doença. 

Promova ações solidárias 

Mas, se você deseja ir além, é possível investir em ações de grande impacto social, como doações para projetos sociais e entidades filantrópicas. 

Em seu próprio consultório, é possível promover campanhas de arrecadação de produtos de higiene e lenços para serem doados a alguma instituição. 

As mais conhecidas são a FEMAMA e o Instituto Oncoguia, que oferecem apoio a pacientes com câncer de mama e acesso fácil ao tratamento oncológico. 

Você também pode buscar algum projeto ou ONG da sua cidade e, inclusive, ser tornar um dentista voluntário. 

Projeto Guardiões do Sorriso Dental Speed

Como decorar o consultório odontológico para Outubro Rosa 

Além de estimular ações preventivas do câncer de mama, decorar o consultório odontológico para o Outubro Rosa também é uma excelente maneira de apoiar a causa.  

A dica é utilizar o rosa – principal cor da campanha – junto a elementos característicos do movimento e caprichar na decoração das salas de espera e de atendimento. 

Sala de espera 

Na sala de espera, é possível decorar o balcão da recepção com fitas de cetim. Flores também podem ser usadas para deixar o ambiente alegre, sem perder a elegância, enquanto balões cor-de-rosa tornam o espaço mais festivo. 

Fontes: Artesanato passo a passo | Decorfácil | Elo7 | The Flower Shop 

Oferecer algum mimo aos pacientes durante o mês de outubro pode ser um diferencial em seu consultório, contribuindo não apenas para a conscientização como também para estreitar relacionamentos. 

Na recepção, entregue algum material informativo sobre o câncer de mama acompanhado de uma lembrança, como laço de fita, álcool em gel, elástico de cabelo, etc. 

Sala de atendimento 

É preciso ter cautela em relação a decoração na sala de atendimento para que a limpeza e desinfecção do ambiente não sejam dificultadas. 

Mas, isso não significada que a cor rosa não deve ser explorada. Ela pode estar presente nos detalhes, como em luvas de procedimento, peças de mão, bandejas, pote dappen, sugadores e muito mais. 

Clique na imagem e confira o produto no site da Dental Speed.
Clique na imagem e confira o produto no site da Dental Speed.

Além disso, usar acessórios, gorros, scrubs e jalecos cor-de-rosa durante o mês de outubro são uma ótima aposta para engajar e atender os pacientes no clima da campanha, seguindo as normas de biossegurança. 

Clique na imagem e confira o produto no site da Dental Speed.
Clique na imagem e confira o produto no site da Dental Speed.
Clique na imagem e confira o produto no site da Dental Speed.
Clique na imagem e confira o produto no site da Dental Speed.

Odontologia na Oncologia 

Além do câncer de mama, o cirurgião-dentista pode aproveitar para disseminar informações sobre outros tipos de cânceres que afetam o público feminino, como o câncer bucal. 

Em mulheres, o câncer bucal ocupa 13º posição na lista de neoplasias com maior incidência. Os tumores podem se manifestar em várias regiões da cavidade bucal como mucosa, lábios, línguas, papilas gustativas, assoalho da boca e gengivas.  

Os cânceres que se originam no revestimento da boca ou em tecidos superficiais são denominados carcinomas e correspondem a 96% dos tumores malignos da cavidade bucal. Os que têm origem nos tecidos mais profundos são denominados sarcomas. 

O tabagismo é, sem dúvidas, o principal fator de risco para o surgimento do câncer bucal. Se associado ao consumo abusivo de álcool, o risco de aparecimento da doença é potencializado. 

Na maior parte dos casos, a doença só é diagnosticada quando já se encontra em fase avançada, nos estágios II ou III, é o que apontam os dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço.  

Portanto, a palavra-chave quando se fala em câncer de boca é a prevenção. 

A importância da avaliação odontológica para o diagnóstico de câncer bucal 

Para detecção precoce do câncer bucal recomenda-se que o cirurgião-dentista ou médico realize anamnese e exame clínico criteriosos. 

Dessa forma, deverão ser avaliadas todas as áreas da cavidade bucal em busca de lesões caraterísticas e suspeitas, além da identificação de próteses dentárias e possíveis causas de trauma contínuo. 

O cirurgião-dentista deve se atentar a pacientes que apresentem: 

  • Lesões que não cicatrizam em até 15 dias; 
  • Manchas brancas ou avermelhadas que não podem ser removidas com raspagem; 
  • Ulcerações aftosas que evoluem rapidamente e não provocam dor; 
  • Dificuldades na mastigação, deglutição e fonação; 
  • Sangramentos na região oral sem motivo aparente; 
  • Mau hálito; 
  • Mobilidade dentária sem relação com doença periodontal; 
  • Caroços na região submandibular e/ou pescoço; 
  • Inchaços de origem não infeciosa na região da mandíbula; 
  • Rouquidão persistente. 

Em casos de lesões orais suspeitas, a biópsia é o procedimento mais indicado para detecção de tumores malignos. 

O procedimento pode ser feito pelo próprio cirurgião-dentista ou por um especialista em estomatologia, seguido de exame anatomopatológico para confirmação do diagnóstico. 

Você também pode se interessar pelas matérias: 

Consequências do tratamento oncológico na cavidade bucal  

A atuação do cirurgião-dentista também é essencial durante o tratamento oncológico. 

Afinal é preciso tratar problemas decorrentes da radioterapia e quimioterapia, modalidades terapêuticas muitos comuns no tratamento de pacientes com câncer. 

Ambas são terapias bem agressivas, podem ser feitas de forma isolada ou em conjunto e costumam causar vários efeitos colaterais. 

Náuseas, vômito, diarreia e perda de cabelo, são alguns dos principais efeitos decorrentes do tratamento oncológico.  

Mas, há também inúmeras complicações que surgem na cavidade bucal e podem afetar a qualidade de vida dos pacientes. 

A quimioterapia, por exemplo, utiliza medicamentos quimioterápicos que geram imunossupressão e alterações na cavidade bucal como: 

  • Xerostomia (boca); 
  • Mucosites; 
  • Dores na cavidade bucal; 
  • Infecções fúngicas, virais e bacterianas; 
  • Inchaço, ardência e descamação da língua; 
  • Alterações no paladar. 

A radioterapia, por sua vez, consiste no uso de radiação para destruição das células tumorais. Pacientes que realizam o procedimento radioterápico podem apresentar: 

  • Xerostomia; 
  • Disgeusia (alterações no paladar); 
  • Disfagia (dificuldade para engolir); 
  • Candidose; 
  • Mucosites (inflamações na cavidade bucal); 
  • Hipossalivação; 
  • Cáries de radiação; 
  • Osteorradionecrose. 

Nesse sentido, o acompanhamento odontológico não só torna a terapia oncológica mais confortável para o paciente, como evita que infecções oportunistas prejudiquem ou interrompam o tratamento. 

https://open.spotify.com/episode/11aGbgku772g9fAKDBA6qa?si=e4dba40e9551451f

Apesar de ainda não existir uma especialidade voltada para a oncologia dentro Odontologia, já foi possível perceber que dentistas podem atuar de forma muito ampla nessa área. 

Apoiando e incentivando a prevenção, contribuindo para o diagnóstico precoce do câncer – quando ocorrem na região oral – e, ainda, participando de todas as etapas do tratamento de pacientes oncológicos. 

Por fim, agora que você já sabe como levar a conscientização para o seu consultório, que tal se tornar um dentista colaborador nesse Outubro Rosa? 

Aproveite para compartilhar esse conteúdo com seus colegas de profissão, desta forma, mais dentistas podem participar deste movimento e ajudar a disseminar informações importantes sobre o combate ao câncer. 

Referências: 

OUTUBRO Rosa na Odontologia: o Papel do Dentista na Conscientização. Dental Office, [S. l.], p. 1-1, 19 out. 2019. Disponível em: https://www.dentaloffice.com.br/outubro-rosa-na-odontologia/. Acesso em: 21 set. 2022. 

CONHEÇA a relação entre o Outubro Rosa e a Odontologia Fonte: Simpatio em <a href=”https://simpatio.com.br/outubro-rosa/”>Outubro Rosa no Consultório Odontológico é Importante</a>. Simpatio, [S. l.], p. 1-1, 1 jan. 2022. Disponível em: https://simpatio.com.br/outubro-rosa/. Acesso em: 22 set. 2022. 

 LESÕES orais cancerígenas podem ser identificadas em exame clínico e consulta de rotina odontológica. Conselho Federal de Odontologia, [S. l.], p. 1-1, 4 fev. 2022. Disponível em: https://website.cfo.org.br/lesoes-orais-cancerigenas-podem-ser-identificadas-em-exame-clinico-e-consulta-de-rotina-odontologica/. Acesso em: 21 set. 2022. 

OUTUBRO Rosa: CFO fortalece Campanha Internacional de Conscientização contra o Câncer de Mama. Conselho Federal de Odontologia, [S. l.], p. 1-1, 4 out. 2019. Disponível em: https://website.cfo.org.br/outubro-rosa-cfo-fortalece-campanha-internacional-de-conscientizacao-contra-o-cancer-de-mama/. Acesso em: 21 set. 2022. 

QUIMIOTERAPIA E Sua Boca. Colgate, [S. l.], p. 1-1, 4 out. 2019. Disponível em: https://www.colgate.com.br/oral-health/cancer/chemotherapy-your-mouth. Acesso em: 21 set. 2022. 

MULTIDISCIPLINARIDADE: Odontologia na Oncologia. Oncoguia, [S. l.], p. 1-1, 15 set. 2015. Disponível em: http://www.oncoguia.org.br/conteudo/entrevista-multidisciplinaridade-odontologia-na-oncologia/5245/8/. Acesso em: 21 set. 2022. 

Texto escrito originalmente em 22 de outubro de 2019 por Dra. Thalita Varela Galassi e reescrito no dia 28 de setembro de 2022 por Gabrielli Nery Wandscheer.

Prof.ª Dr.ª Doutora Thalita Varela Galassi em Blog Dental Speed
Professora Coordenadora de Ortodontia Sociedade Paulista de Ortodontia: SPO. Cirurgiã-dentista pela Universidade Metodista de São Paulo, Especialista em Ortodontia pela Sociedade Paulista de Ortodontia.
Dra. Thalita Varela Galassi
Últimos posts por Dra. Thalita Varela Galassi (exibir todos)
Produtos mostrados:
Outubro Rosa: a Odontologia na prevenção do câncer

Enxaguante Bucal

Dental Speed
Outubro Rosa: a Odontologia na prevenção do câncer

Escova Dental elmex SENSITIVE

Elmex
Outubro Rosa: a Odontologia na prevenção do câncer

Bandeja para Esterilização Odontológica Grande

Maquira
Outubro Rosa: a Odontologia na prevenção do câncer

Autoclave Vitale Class Aço Inox 12L - Bivolt

Cristófoli

Artigos relacionados

Education Template