Como conter os gastos na reforma do consultório

Odontologia

Hoje vamos falar sobre um assunto que traz tanto alegria quanto nervosismo: a reforma do consultório!

Seja por motivos práticos ou para dar aquela modernizada no consultório, a reforma se torna o seu segundo emprego, afinal, a lista de afazeres não acaba! 

Você escolheu os móveis, pagou a o pintor, acertou tudo com o arquiteto e depois vem aquele susto: estourou o orçamento! Mas com alguns cuidados que você pode tomar desde o início, não tem porque isso acontecer.

 Por isso, selecionamos algumas dicas que te ajudarão a ter sucesso na reforma do seu consultório. Confira!

Cuide do orçamento

Defina o orçamento máximo e separe 10% dele para imprevistos. Essa reserva pode fazer toda a diferença na finalização da obra. 

Faça pesquisa

Pesquise preços, profissionais, materiais e equipos. Com informações relevantes sobre isso é bem mais fácil tomar as decisões e fazer escolhas conscientes para economizar. 

Cumpra o cronograma da reforma

Esforce-se para cumprir o cronograma: se você está pagando profissionais por hora e não obra, cada pequena mudança que você fizer geram novas horas a pagar. Pese se aquele detalhe que você só lembrou agora realmente vale a pena. 

Tente obter uma verba extra

Faça um pequeno inventário do que você pode revender e até de pacientes que estão devendo. Uma graninha extra sempre ajuda nessas horas! 

Diminua o estoque

 Se essa reforma deixará você sem trabalhar por algum tempo, considere diminuir o estoque e esperar um pouco para fazer o novo pedido de materiais odontológicos. Isso pode te ajudar com a baixa na produtividade. 

Acompanhe a reforma no consultório

Deixar a reforma na mão do profissional capacitado garante paz e tranquilidade para você, mas mantenha contato frequente e faça vistorias para não ter surpresas no final. 

Prontinho. Agora é só dar o start na obra!
Aproveite e conte nos comentários se você tem mais dicas como essas.

Conteúdo relacionado