O universo da Odontologia exige muito do profissional fisicamente e intelectualmente. Desde a graduação iniciamos a vida clínica e na grande maioria das vezes não preparamos nosso corpo/mente para isso.

Ser dentista é passar horas estudando para aprimorar técnicas e aumentar a bagagem de conhecimento a fim de sempre entregar o melhor para cada paciente, porém, em contra partida há uma sobrecarga emocional e física que vai desde o planejamento até a execução de cada caso. 

Para que você consiga conciliar sua saúde, emocional, e vida profissional, vou compartilhar alguns pontos importantes que podem te ajudar: 

 

Planejamento 

Há muitas pessoas que aguardam o momento ideal para definir o que será feito em relação aos próximos passos da profissão. A organização é imprescindível para evoluir e deve ser realizada desde sempre, pois quando há planejamento otimiza-se tempo, possibilitando qualidade de vida e melhor produção.

Você, estudante, já se questionou sobre qual será seu trajeto pós formado? Irá optar por ter o próprio negócio ou trabalhará para alguém? Atenderá por convênio ou somente particular? Irá traçar carreira pública?  Prefere hospital?  

Sim, são inúmeros possíveis caminhos a serem tomados, comece a defini-los desde já. 

 

Simples Dental

Propósito 

Saiba onde quer chegar e o que será preciso fazer para isso. Todo começo exige mais sacrifício, é preciso poupar, investir, abdicar e escolher o tempo certo para que realizações pessoais e profissionais possam acontecer de forma harmônica.

É possível encontrar equilíbrio para ser tudo o que você quiser, porém toda boa casa precisa de alicerce, estruture –se antes.  Assim, você possivelmente irá trabalhar muito para construir seu império, porém quando chegar o tempo de ser mãe, esposa ou viajar pelo mundo, fará isso com total entrega aproveitando esses momentos com qualidade. 

 

Resiliência 

Nada acontece do dia para noite, entenda que você é único e cada um tem uma história e tempo de realizar sonhos. Haverá sim momentos em que a caminhada se torne mais árdua, entretanto, se você crescer com algo que te fez sofrer, você aprendeu a essência daquela fase.

Assim, todas as outras dificuldades que possam aparecer serão cada vez mais ínfimas. Lembre-se:  quem se tornou bom é porque persistiu e não desistiu.  

 

Separe os problemas 

O maior erro do profissional é levar os problemas de casa para o consultório e vice versa. Esse tipo de ação prejudica a saúde mental do profissional, a qualidade de vida e o tratamento do paciente.

Cada divergência que houver deve ser resolvida em seu respectivo ambiente. 

 

Gerencie seu tempo 

Procrastinar atrasa realizações! Use seu tempo ao seu favor, crie uma rotina na qual você inclua sua evolução intelectual, mas cuide também da matéria prima que irá executar todo o resto: seu corpo!

Você é a sua prioridade e deve buscar seu equilíbrio. Uma boa alimentação, atividade física e noites de sono reparadoras são pontos determinantes para podermos como profissionais da saúde cuidar com qualidade do outro, mas nunca esquecer de se cuidar em primeiro lugar. 

Dra. Thainara Assumpção