Restaurações por setor em dentes posteriores com resina Charisma Diamond

Prof. Dr. André Marcelo Peruchi Minto
Especialista em Dentística Restauradora – APCD Araraquara
Mestre em Dentística – UNESP – Araraquara
Doutor em Dentística – FOUSP – São Paulo
Atua em Clínica Particular há 27 anos
Professor Responsável pelas Disciplinas de Dentística e Clínica Integrada da Universidade de Franca – UNIFRAN
Professor do Curso de “Especialização em Dentística” da FUNORP ( FORP-USP) 

A indústria odontológica alcançou em curto espaço de tempo altos níveis de avanço científico e tecnológico imediatamente aplicado no desenvolvimento de novos produtos que visam suprir as necessidades do cirurgião-dentista. O profissional do século XXI necessita de técnicas e materiais que facilitem o seu trabalho, visando à conservação das estruturas dentais.

Podemos destacar dentro do capítulo das restaurações estéticas posteriores, o surgimento de resinas compostas de baixa contração e baixo escoamento, resultantes do desenvolvimento de novos monômeros que compõem a matriz resinosa. Convém salientar que nem todo avanço tecnológico representa uma simplificação das técnicas, podendo ocorrer exatamente o oposto, exigindo do cirurgião-dentista vigilância permanente e aperfeiçoamento constante.

Qual a melhor resina composta para dentes posteriores?

A resina composta Charisma Diamond (Heraeus Kulzer) é uma das principais representantes dessa nova geração de compósitos, apresentando como principais características o baixo escoamento, facilidade de manipulação, alta resistência, além de excelente acabamento e estética.

A presença de monômeros multifuncionais proporcionam redução da contração e otimização da polimerização, e formação de cadeias cruzadas, elevando a resistência do material. Clinicamente, isto se traduz em economia de tempo, com a possibilidade inserção de incrementos maiores sem comprometer o resultado final da restauração, viabilizando a execução de restaurações múltiplas por setor sem modificações na técnica restauradora.

O presente caso clínico mostra a execução de restaurações múltiplas utilizando-se Charisma Diamond (Heraeus Kulzer) num mesmo tempo operatório, com inserção da resina pela técnica incremental, o que facilita a execução da escultura e a devida devolução da anatomia e da função.

Conteúdo relacionado