Materiais odontológicos: conheça quais são e suas funções.

Odontologia

A odontologia possui diversas áreas e apesar de alguns materiais serem usados especificamente em cada uma, há aqueles materiais que são usados em todas.

Antes de tudo, para proporcionar saúde bucal para seus pacientes, além dos equipamentos e instrumentais odontológicos, o profissional precisa conhecer bem os materiais que são utilizados em cada especialidade odontológica. 

Sendo assim, é muito comum estudantes de graduação e de cursos técnicos da área odontológica terem dúvidas sobre materiais odontológicos, suas funções e o dia a dia do consultório. 

Nesse sentido, vamos conversar sobre a profissão e descrever os principais produtos odontológicos utilizados em um consultório. 

Como deve ser um consultório odontológico? 

Pensando na estrutura básica de um consultório odontológico, é indispensável a cadeira odontológica, o equipamento de raio X, autoclave, compressor e fotopolimerizador.

Sendo assim, vamos conhecer a função de cada um:

Primeiramente, a cadeira e o mocho devem ser deve ser ergonômicos, confortáveis e com estofamento sem costuras para promover a higienização de forma correta.

Posteriormente, o aparelho de raio X que é utilizado no consultório para a realização de radiografias periapicais e interproximais. 

Já a autoclave, que é um aparelho que esteriliza os instrumentais através da produção de vapor sob pressão. 

O compressor é um equipamento que fornece ar comprimido para o funcionamento das canetas de alta e baixa rotação, sugador, seringa tríplice e jato de bicarbonato. 

Finalmente o fotopolimerizador, que é um aparelho de luz led que emite um comprimento de onda e intensidade de luz que ativam a canforoquinona, responsável pela transformação do monômetro em polímero. 

Sendo assim, esse equipamento é muito utilizado em procedimentos restauradores diretos e indiretos e para a colagem de bráquetets ortodônticos. 

Quais são os materiais odontológicos mais utilizados? 

Quando falamos de materiais odontológicos, temos os materiais descartáveis e os materiais de consumo, utilizados para realizar os procedimentos clínicos. 

Confira também quais os instrumentais odontológicos mais utilizados.

Nesse sentido, vamos descrever os materiais de uso mais comum, utilizados em diversas especialidades. 

Em relação aos materiais descartáveis os materiais mais comuns são: 

  • Máscara; 
  • Gorro; 
  • Luva; 
  • Propé; 
  • Sugador; 
  • Agulha descartável; 
  • Gaze; 
  • Algodão; 
  • Lâmina de bisturi; 
  • Fio de sutura; 
  • Embalagens para esterilizar os materiais na autoclave; 
  • Fita para autoclave. 

Do mesmo modo, vamos abordar os materiais mais utilizados em clínica geral, que podem ser utilizados também em diversas especialidades: 

  • Anestésico local: são fármacos utilizados para induzir a anestesia em nível local, sendo muito utilizados na Odontologia; 
  • Ácido fosfórico 37%: utilizado em consistência gel para realizar condicionamento ácido em esmalte e dentina; 
  • Adesivo dental: biomaterial utilizado para promover a união de materiais resinosos à substratos, sendo tecidos dentários ou materiais odontológicos. Porém, para a adesão acontecer é necessário acontecer o condicionamento ácido da estrutura dentária; 
  • Resina Composta Fotopolimerizável: biomaterial utilizado em restaurações diretas e indiretas, tanto em dentes anteriores como posteriores; 
  • Cimentos odontológicos: biomateriais que possuem uma grande variedade de aplicações e apresentam diferentes composições, agindo por retenção mecânica ou adesão. Porém, para cada procedimento odontológico é indicado um cimento específico. Sendo assim, podem ser utilizados para proteção do complexo dentino pulpar; restaurações temporárias, cimentação de peças protéticas provisórias e definitivas, cimentação de dispositivos ortodônticos, proteção após procedimentos cirúrgicos e para tratamento endodôntico; 
  • Material de moldagem: biomaterial responsável pela reprodução de estruturas intra orais para a confecção de modelos de estudo e modelos de trabalho. Sobretudo, os mais utilizados são alginato, silicone de condensação e silicone de adição; 
  • Ponta de papel: utilizado na secagem do canal radicular; 
  • Cone de guta percha: utilizado em conjunto com o cimento endodôntico para realizar a obturação do canal radicular; 
  • Flúor: utilizado nas formas gel, verniz ou solução para remineralizar o esmalte dental; 
  • Pasta Profilática: Indicada procedimentos profiláticos para remoção de biofilme e manchas superficiais. 

Como organizar os materiais odontológicos? 

Nesse sentido, é muito importante o dentista ter uma rotina de organização no consultório para preservar a integridade dos equipamentos, instrumentais e não alterar as propriedades físico – químicas dos produtos odontológicos. 

Confira nossas dicas e sugestões: 

  • Verifique nas embalagens dos produtos as condições de temperatura e armazenamento indicadas por cada fabricante; 
  • Realize a desinfecção dos equipamentos conforme as instruções do manual do fabricante; 
  • Os instrumentais que apresentam cabos podem ser identificados com elásticos autoclaváveis; 
  • Após a desinfecção e secagem, os instrumentos deverão ser embalados em um papel de esterilização apropriado, selados e levados para a autoclave; 
  • Esterilize os instrumentais por kits de especialidade ou kits de procedimento; 
  • Após a esterilização, guardar os instrumentais em gavetas ou armários fechados; 

Seguindo estes cuidados, além de manter a organização do seu consultório, você preserva a vida útil dos seus equipamentos, instrumentais e produtos odontológicos. 

Dúvidas sobre o assunto? Escreva aqui nos comentários. Vamos adorar conversar com você!

Dra. Fernanda Skupien

Artigos sobre Odonto