Para garantir a pele firme novamente, um dos procedimentos mais indicados em harmonização orofacial é o preenchimento com ácido hialurônico (AH), para recuperar tenacidade e o volume do rosto.

O ácido hialurônico (AH) é uma substância produzida pelo nosso organismo e possui grande interação com o tecido cutâneo. É responsável pela firmeza e preenchimento da pele. Com o passar dos anos nosso organismo diminui a produção de ácido hialurônico e colágeno, surgindo rugas, linhas de expressão, perda de elasticidade e volume.

O envelhecimento causa a mudança do perfil facial devido à perda de colágeno, gordura facial, perda muscular, perda de elasticidade e alterações hormonais. É um tratamento que apresenta resultados rápidos, além de ser biocompatível e reabsorvível.

 

Qual a indicação de uso do ácido hialurônico injetável?

O AH  é um bipolímero formado pelo ácido glucorônico e a N-acetilglicosmina, com função de preenchimento e hidratação, oferecendo sustentação nas áreas que perderam volume e apresentam marcas e flacidez.

O ácido hialurônico pode ser aplicado em olheiras, maçãs do rosto, lábios, mandíbula e regiões da face que apresentam sulcos profundos e necessitam recuperar o tônus da pele.

Existem várias técnicas de aplicação (agulhas ou microcânulas), além de diferentes densidades do produto (do mais fluido ao mais denso), sendo indicadas de acordo com a necessidade de paciente.

O preenchimento com ácido hialurônico é indicado para:

  • Rugas de expressão;
  • Reposição de volume;
  • Preenchimento Labial;
  • Contorno Mandibular;
  • Disfunção de ATM;
  • Sulco Nasolabial;
  • Preenchimento de olheiras;
  • Nariz

 

Por ser reabsorvivel (em média de 12 meses), o ácido hialurônico deve ser reaplicado para garantir a sustentação e firmeza. Contudo, mesmo sendo reabsorvível, a pele não retorna totalmente à seu estado inicial. Desta forma a sustentação aumenta a cada aplicação, melhorando o aspecto facial.

 

Podem ocorrer reações adversas na aplicação do ácido hialurônico?

A reação mais comum é o edema após a aplicação, que pode durar até duas semanas. Pode ocorrer também eritema, equimose, hematomas e dor no local.

Para diminuir essa possibilidade, é indicado a aplicação de compressas de gelo nos primeiros dois dias após o procedimento. Para tratar as reações adversas o profissional pode indicar compressa, massagem no local e medicações. Dependendo do caso pode ser necessário a aplicação da enzima hialurinidose para degradar o produto.

Para reduzir a possibilidade de reação adversa o profissional deve realizar os seguintes procedimentos:

  • conhecer anatomia e o plano de aplicação;
  • antissepsia da pele;
  • usar cânulas e agulhas do calibre recomendado pelo fabricante;
  • ter no consultório a enzima hialuronidase.

Quer saber mais sobre intercorrências e complicações em Harmonização Orofacial. Leia aqui!

 

Qual tipo de ácido hialurônico devo escolher ?

Você sabia que existem diferentes tipos de AH? Cada região do rosto necessita de uma densidade específica do produto. Além disso cada caso clínico é único e apresenta necessidades diferentes.

Existem basicamente 4 tipos de ácido:

  1. Alta densidade: para áreas de projeção óssea que necessitam de estruturação e efeito lifting, como malar, mento (queixo) e mandíbula;
  2. Média densidade: para áreas intermediárias, como sulcos (depressões como o bigode chinês) e para rinomodelação;
  3. Baixa densidade: para áreas delicadas, como olheiras, rugas finas e lábios.
  4. Hidratação: ácidos cujo objetivo é hidratar o local onde será aplicado. Pode ser aplicado praticamente toda a face e pescoço.

Dois fatores também são importantes para escolha de um preenchedor: reticulação e crosslinking.

Reticulação é a capacidade do gel em absorver água. Crosslinking é a capacidade de fazer ligações com o organismo.

Aqui na Dental Speed trabalhamos com os preenchedores Rennova, que são comercializados em mais de 23 países. Devido à grande procura, vamos conversar um pouco sobre dois produtos queridinhos dos dentistas e suas diferenças: rennova fill e rennova lift

 

Equipamentos em Harmonização Orofacial

Qual a diferença entre o Renova Fill e Lift

O Rennova® Fill é um preenchedor à base de Ácido Hialurônico produzido com a exclusiva tecnologia XPMTech™. Apresenta crosslinked baixo. O plano de aplicação é derme média à subdérmica

É indicado para:

  • linhas periorais;
  • sulco nasojugal;
  • linhas perninhas periorbitais;
  • volume e contorno labial;
  • linhas de marionete leves;
  • rugas finas.

O gel apresenta  textura suave e apresenta baixa capacidade de lifting e volumização, sendo indicado para aplicação em lábios e pequenas rugas, apresentando resultados imediatos e naturais. Possui duas versões, com e sem lidocaína.

O Rennova® Lift é um preenchedor à base de Ácido Hialurônico produzido com a exclusiva tecnologia XPMTech™. Apresenta crosslinked intermediário. O plano de aplicação é  subdérmico e subcutâneo

É indicado para:

  • sulco nasolabial;
  • mento;
  • linhas de marionete;
  • região malar;
  • temporal;
  • comissura labial

O gel apresenta textura suave à moderada e apresenta capacidade moderada de lifting e volumização, sendo indicado para suavizar rugas mais marcantes. Possui duas versões, com e sem lidocaína.

É importante conhecer a diferença sobre os tipos de preenchimento facial para alcançar sucesso nos procedimentos de harmonização orofacial. Aqui na Dental Speed vc encontra os preenchedores Rennova e muito produtos para Harmonização Orofacial.

Quer saber mais sobre o uso de ácido hialurônico?

Escreva suas dúvidas nos comentários. Vamos adorar conversar com você!

 

Equipe Dental Speed

 

Artigos Relacionados

Clorexidina: Indicações e contra-indicações na Odontologia

Clorexidina: Indicações e contra-indicações na Odontologia

Biossegurança
A biossegurança é uma preocupação de todo cirurgião-dentista. Hoje, existem diversas substâncias que ajudam o dentista a tornar os procedimentos odontológicos mais seguros, uma delas é a Clorexidina. Leia no blogpost de hoje, o que é, quais as indicações e contra indicações da Clorexidina na Odontologia.