O sangue é distribuído ao longo de todo o corpo através do bombeamento realizado pelo coração. Quando esta distribuição é inadequada, ocorrem problemas circulatórios, fazendo com que causas das doenças circulatórias serem diversas.

Por exemplo, permanecer muito tempo em pé ou sentado, aterosclerose, sedentarismo e traumas, causando formigamento, dormência, varizes, dor, inchaço e sensibilidade.

É fato que os dentistas permanecem sentados durante um longo período, o que pode gerar doenças vasculares nas pernas e nos pés. Por isso, é importante manter o sangue fluindo livremente para esses membros.

O que causa as doenças circulatórias?

Desde já, a má circulação, também chamada de doença vascular periférica, é causada por uma distribuição de sangue inadequada, dificultando a passagem do sangue nas artérias e veias, dificultando a circulação nos membros inferiores.

O comprometimento do fluxo sanguíneo pode acarretar em uma série de problemas, que podem causar dor e lesões.  Desse modo, com o passar dos anos, ocorre um desgaste natural das artérias, que acumular gordura em sua parede alterando a distribuição do sangue. Esse problema pode ser agravado por maus hábitos e falta de atividade física.

As doenças vasculares nas pernas e pés mais comuns na odontologia são:

  • Pernas cansadas;
  • Edema nas pernas e nos pés;
  • Varizes;
  • Trombos.

Sendo assim, é fundamental para o dentista reconhecer os sintomas e tratar a doença, para que não ocorra os sintomas mais graves.  Afinal, a má circulação pode ser agravada por problemas como hipertensão, diabetes e colesterol alto.

 

Como saber se estou com problema de má circulação?

É muito importante ficar atento à sinais e sintomas. O primeiro sintoma da má circulação nas pernas é sentir dor na  panturrilha, sendo mais intensa ao caminhar. Essa sensação aumenta em dias frios, devido à vasoconstrição.

Além da dor na panturrilha, os sinais mais comuns são:

  • edemas;
  • formigamento e dormência;
  • coceira nas pernas e pés;
  • manchas vermelhas;
  • varizes.

 

Como prevenir a má circulação nas pernas e pés?

Para o dentista prevenir doenças circulatórias,  é importante adotar alguns cuidados e realizar atividades que contribuam para uma circulação eficiente.

Veja algumas dicas:

  • Faça pausas regulares entre os atendimentos:

Uma das principais causas de  problemas vasculares está no ato de permanecer em uma mesma posição por períodos muito longos.

Caminhe no consultório para mover pernas e braços e faça exercícios de alongamento.

O importante é que esses exercícios sejam feitos várias vezes durante o dia, para garantir que o sangue está chegando à todos os membros do corpo.

Leia mais sobre isso aqui!

  • Evite roupas apertadas e use sapatos confortáveis:

Tente evitar ao máximo o uso de roupas que possam restringir o fluxo de sangue e sapatos que apertam o pé e causam desconforto.

 

  • Tenha uma alimentação saudável:

As pessoas com tendência à doenças circulatórias nas pernas e pés devem ter uma alimentação saudável. É preciso evitar o consumo excessivo de gorduras saturadas e sódio, beber muita água e fazer exames periódicos.

 

  • Pratique exercícios físicos:

Praticar atividades físicas regularmente contribui consideravelmente para a boa circulação.

 

  • Use meias de compressão:

A meia de compressão é  indicada para prevenir e tratar varizes, trombose, insuficiência venosa crônica e flebite. Mesmo quem não tem nenhum problema circulatório deve usar meias de compressão para prevenir doenças circulatórias.

 

Aqui na Dental Speed você encontra as meias de compressão da marca Jobst.

As meias Jobst possuem fios internos com alta capacidade de expansão, exercendo a compressão correta desde o tornozelo sem tirar o seu conforto.

Saiba mais sobre as vantagens das meias de compressão no seu dia a dia como dentista.

doenças circulatórias

Quais os benefícios das meias de compressão?

O uso diário de meias de compressão reduz edema, dor e a sensação de cansaço nas pernas e pés, além de diminuir a presença de varizes. Bem como, evitam a formação de coágulos sanguíneos, diminuindo o risco de trombose.

Como as meias possuem diferentes graus de compressão, é importante consultar um médico para saber qual é a compressão mais indicada para seu caso.

A consulta médica também é importante para avaliar se o dentista possui alguma contraindicação para o uso das meias.

As contraindicações de uso são:

  • dermatite úmida;
  • infecção, ulceração e eczema na pele das pernas;
  • neuropatia periférica avançada;
  • fibromialgia reumática;
  • edema renal e hepático:
  • doenças arteriais obstrutivas periféricas avançadas;
  • insuficiência cardíaca congestiva;
  • flebite séptica;
  • alergia aos materiais utilizados nas meias.

Além das meias de compressão Jobst, aqui na Dental Speed você também encontra as bandagens de compressão Jobst.

As meias Jobst possuem costura suave, tecidos de alta durabilidade (nylon e elastano) e possuem tecnologia de controle de umidade, prevenindo o crescimento de fungos e bactérias. Estão disponíveis em dois modelos: social (masculino) e esportivo, que é um modelo unissex.

Ao mesmo tempo que as bandagens Jobst, realizam compressão de baixo volume e são indicadas para redução de edemas. As meias e bandagens possuem diversos níveis de compressão, de acordo com a sua necessidade.

Quer saber mais sobre os produtos Jobst? Clique aqui!

Você tem alguma dúvida sobre como prevenir problemas circulatórios? Escreva para nós nos comentários!

Equipe Dental Speed

Artigos sobre Odonto