A indústria da moda tem estado atenta ao público da área da saúde e podemos considerar que os jalecos estão em um novo patamar na odontologia.

As cores e estampas entram definitivamente na realidade do dentista, que há tempos deixou de ser uma profissão cujos profissionais só se vestem com a cor branca.

Um exemplo disso foi o último CIOSP – Congresso Internacional de Odontologia de São Paulo Foi perceptível que as marcas de Jaleco estão inovando cada vez mais, investindo fortemente em Collabs importantes, com estilistas renomados e, até mesmo, com grandes marcas, como Disney.

 

O Jaleco Odontológico como forma de apresentação profissional

Hoje, usar o “guarda-pó” deixou de ser somente para proteção profissional e passou a ser visto como item de moda e diferenciação, podendo estes custarem pequenas fortunas.

De tal forma que, vestir um jaleco com corte e materiais exclusivos, muda a maneira como o profissional se apresenta aos seus pacientes. Trata-se de um diferencial na hora da consulta, pois a forma de apresentação se reflete no que o paciente sente ao ser atendido.

Logo, transmitir segurança, limpeza e organização, por exemplo, são essenciais para um atendimento de sucesso.

Diversos modelos de Jaleco.

O uso de jalecos como fator favorável na Odontopediatria

Considerando que a maioria das crianças não são receptivas ao tratamento quando vão ao dentista, o profissional de odontopediatria precisa usar e abusar da criatividade, com o intuito de entreter o paciente e poder executar os procedimentos.

De tal modo que, jalecos mais lúdicos, contribuem diretamente para a cooperação da criança durante o tratamento. Pois aumenta a confiança e aceitação da conduta adotada pelo dentista, tornando o atendimento mais leve e divertido.

Além disso, as opções de jalecos coloridos são inúmeras. O desafio é escolher entre jalecos com estampa de bichinhos, princesas ou até mesmo aqueles de cores mais vivas.

 

Diversos Jalecos com estampas coloridas

 

Jaleco ainda é um EPI na Odontologia

De fato, jalecos diferenciados estão ganhando cada vez mais espaço no guarda-roupas dos dentistas. No entanto, vale lembrar que se trata de um Equipamento de Proteção Individual (EPI) e que não devemos negligenciar a importância dele para a saúde do profissional. É importante protegê-lo contra agentes químicos, mecânicos e biológicos existentes na prática diária.

De acordo com a ANVISA, os jalecos devem ser de mangas longas e devem ser usados totalmente fechados. Podem ser de pano ou descartáveis para os casos de atendimento aos pacientes e impermeáveis para limpeza e desinfecção de artigos, ambiente e equipamentos. Sendo necessários não somente como uma normativa da profissão em si, mas também pela NR32 do Ministério do Trabalho.

Do mesmo modo, por trabalharmos em um ambiente de alta contaminação, deve-se evitar tecidos abertos como as rendas e, também, materiais sintéticos (especialmente quando utilizado em laboratórios, com fornos e lamparinas).

Imagem mostra jalecos coloridos

Cuidados especiais com o jaleco

Para que não se tornem artigos que promovam contaminação, devem ser trocados sempre que apresentarem sujidade visível. Visto que, sua lavagem deve ser realizada de maneira específica, sem contato com itens familiares em ambiente doméstico.

Vale lembrar que os jalecos não devem ser utilizados nas ruas, seja por estudantes ou profissionais. Não se deve usá-los em sanitários, copa, recepção, sendo seu uso exclusivo na sala de atendimento.

Em síntese, o uso do jaleco, mais importante do que estar seguindo a moda, diz respeito à segurança no trabalho. Entretanto, é excelente saber que temos opções que nos tornam elegantes, divertidos e que contribuem para a cooperação dos pacientes, que por muito tempo sofriam com a “Síndrome do Jaleco Branco”!

 

Banner de vestuário - Jalecos para Dentistas