10 Dicas de Biossegurança em Odontologia

Saúde/Bem-estar

Autora: Liliana Junqueira de P.Donatelli
Bióloga CRB 18469/01-D Mestre em Saúde Pública  Consultora de Biossegurança em Saúde.

1. VACINAS – Verifique se todos os profissionais que trabalham no seu consultório – da faxineira, auxiliares odontológicas, dentistas, técnicos em prótese dental até o pessoal administrativo – estão com o calendário de vacinas em dia (dupla adulta, tríplice viral, febre amarela em área endêmicas, gripe anual, e especialmente hepatite B) – Dica especial : Faça o testes Anti-HBs para verificar a imunidade contra o vírus da Hepatite B.

2. EPI – Equipamento de proteção individual disponível para toda e equipe de trabalho em quantidade e qualidade adequada. São obrigatórios em odontologia :

  • Gorro -sugestão de troca – 1 vez por período
  • Máscara– obrigatória pelo menos a cada paciente ou quando úmida
  • Óculos de Proteção – sugestão de troca a cada paciente – Não vale substituir pelos de lentes corretivas…
  • Luvas- de procedimento ou cirúrgicas – troca a cada paciente- Lembre-se de lavar as mãos antes e depois!
  • Avental mangas longas, até pelo menos a altura do joelho e de gola de padre ou abotoamento traseiro- Troca a cada período ou quando visivelmente contaminado. Quando levar para lavar transporte em saco plástico fechado
  • Sapato fechado– de uso exclusivo no consultório.
  • Óculos de Proteção para o paciente – desinfetado entre usos

Dicas para o uso correto de EPI- Não circule com avental em áreas não clínicas, nem vá até à copa tomar lanche com ele. Não deixe a máscara pendurada no pescoço, utilize-a corretamente cobrindo totalmente a boca e o nariz, depois descarte-a. Cuidado com sapatos muito enfeitados, quanto mais simples melhor – material lavável.

3. Área Física – Bonito e prático. Deixe as plantas e enfeites na sala de espera e no escritório. Na área clínica, quanto menos objetos – melhor. Utilize materiais laváveis claros. Consulte a legislação sobre o assunto.

4. Sala de esterilização – Separe uma área específica para este fim dividida em duas áreas. Área suja – para limpeza dos instrumentais (bancada cuba de ultra som cuba de imersão e pia)-, área limpa -separada por guichê de passagem, área de preparo e embalagem , autoclave, mini-incubadora  para monitorização e gaveta para guarda de documentos (teste químicos e biológicos). Guichê para saída dos matérias esterilizados para área de armazenamento.

– Protocolo escritos

5. Rotina de Limpeza do consultório baseada: no trabalho real e nos produtos utilizados.

6. Rotina de Esterilização por escrito e atualizada  em local visível.

7. Protocolo em caso de acidentes pérfuro-cortantes envolvendo material biológico- Quem e onde procurar atendimento, protocolo de como abordar o paciente para realização de exames.

8. Rotina para o cuidado com os resíduos gerados: lixo comum, resíduos mercuriais, resíduos químicos (revelação de radiografias) e resíduos infectantes

9. Mantenha atualizada a anamneses de seus pacientes. Tenha protocolos para intercorrências com pacientes- por exemplo o que fazer e onde levar um paciente em choque, ou enfartado?

10. Dica de Ouro- Faça da Biossegurança um diferencial em seu consultório-  Mostre para os seus pacientes o cuidado que você investe na sua segurança e saúde.

E para manter o seu consultorio seguro, protejasse com os materiais da Cristófoli. 

Artigos Relacionados

Imposto de renda para Dentista

Imposto de renda para Dentista

Conteúdo Especial
Todo começo do ano somos assombrados pelo leão e a correria contra o relógio para declarar o imposto de renda toma conta de algumas horas do nosso dia a dia.
Fique tranquilo que iremos esclarecer algumas duvidas aqui para você: