Nós sabemos que a propaganda é a alma do negócio, mas quando o assunto é publicidade odontológica, o dentista precisa saber exatamente o que é ou não permitido para não cometer nenhuma infração ética. No entanto, se você quer promover os seus serviços, mas não sabe exatamente de que forma fazer isso, leia o nosso artigo e tire todas as suas dúvidas. 

Publicidade na odontológia: vale a pena investir? 

Antigamente, fazer propaganda de serviços da área da saúde era uma prática considerada arriscada, porque havia o risco de desvalorizar a profissão, tornando-a apenas um meio para obter lucro.  

Atualmente, percebemos que muita coisa mudou e não apenas o ramo da odontologia, mas outros serviços profissionais podem e devem usar o marketing para promover as suas habilidades e assim conseguir chegar mais perto dos seus clientes. 

O marketing odontológico é uma ótima maneira de levar conhecimento ao público, de fazer com que o dentista seja conhecido e reconhecido no mercado, e principalmente, é uma ferramenta de atração de clientes, uma vez que essa prática faz o consultório se destacar da concorrência. 

Porém, é claro que tudo isso precisa ser feito da forma correta, seguindo as orientações existentes no Código de Ética Odontológico. 

Outro mito que já foi derrubado é o de que investir em marketing seria apenas desperdício de dinheiro. Entretanto, todos nós vivemos hoje em um mundo completamente globalizado e a internet ocupa um espaço enorme na vida das pessoas. 

Fazer publicidade de um produto ou serviço é o mesmo que estar em uma grande vitrine e partir disso, tornar-se visível para um imensurável número de pessoas, especialmente quando há investimento em marketing digital. 

Portanto, publicidade na odontologia não é gasto, mas um investimento que vale sim muito a pena, porque fortalece o seu nome e a sua marca, amplia o conhecimento sobre o seu serviço, valoriza o seu trabalho e leva você para mais perto do seu público, ou seja, os seus potenciais clientes. 

 

O que é proibido fazer na publicidade odontológica?

Quem orienta os profissionais da área de odontologia, sobre práticas permitidas ou proibidas, é o Código de Ética Odontológico. No documento, também existem regras sobre a publicidade na odontologia com permissões e proibições. Veja o que não é permitido: 

  • Fazer publicidade enganosa, oferecendo um serviço ou procedimento que não traz o resultado prometido; 
  • Fazer publicidade abusiva que, segundo o Código de Defesa do Consumidor, é a ação de se aproveitar da inexperiência, pouco conhecimento do cliente, de modo que este seja induzido a práticas que ponham em risco a sua saúde; 
  • Mostrar fotos de antes e depois de procedimentos, seguidas de preços, formas de pagamento, gratuidade ou qualquer informação que sugira a comercialização da profissão; 
  • Promover técnicas ou procedimentos não comprovados cientificamente; 
  • Divulgar títulos ou qualificações que o cirurgião-dentista não possui, que não são reconhecidas ou que não sejam registradas; 
  • Fazer críticas a outros profissionais ou a procedimentos por eles realizados; 
  • Fazer diagnósticos ou prescrever tratamentos usando meios de comunicação de massa, como por exemplo, na participação de entrevistas ou palestras; 
  • Divulgar qualquer informação que identifique o paciente para fins de autopromoção, mesmo que o paciente permita essa divulgação; 
  • Usar anúncios falsos, com informações erradas ou apelativas para aliciar e atrair clientes, promovendo assim, uma concorrência desleal; 
  • Fazer troca de favores usando os serviços desempenhados; 
  • Usar os serviços profissionais como prêmio em concursos ou sorteios; 
  • Oferecer cartão de descontos ou participar de sites de compras coletivas; 
  • Fazer telemarketing ativo; 
  • Usar carros ou caixas de som, plaqueteiros e stands promocionais, pois estas práticas caracterizam a concorrência desleal. 

O que é permitido fazer na publicidade odontológica?

O Código de Ética Odontológico também traz orientações sobre o que pode ser realizado pelos dentistas quando o assunto é o marketing dos seus serviços. Confira o que é permitido: 

  • Divulgação em qualquer meio de comunicação, desde que seguindo as regras pré-estabelecidas pelo Código Legislador; 
  • Área de atuação e especialidades do cirurgião-dentista, desde que esteja inscrito no Conselho Regional; 
  • Apresentação de procedimentos e técnicas de tratamento utilizadas, também com a especialização médica bem definida; 
  • Divulgação de títulos acadêmicos e de magistério que se relacionem com a profissão; 
  • Informações importantes, como endereço, horário e tipo de atendimento, telefone, e-mail, redes sociais, tipos de convênio que atende etc.; 
  • Logotipo ou outra marca que identifique o profissional. 

Fotos de antes e depois: pode ou não? 

A resolução CFO-196/2019 passou a permitir, desde o mês de janeiro de 2019, a publicação de fotos do “antes e depois” de procedimentos odontológicos, relativos a diagnósticos e resultados. Antes dessa resolução, tal prática era proibida. 

No entanto, esse tipo de postagem só deve ser realizada pelo profissional que fez o procedimento. Sendo assim, continua sendo vedada a divulgação desse tipo de imagem de maneira indiscriminada. 

A mesma resolução também tornou legal a publicação da selfie, ou autorretrato, do dentista com ou sem o paciente ao lado. 

É importante ressaltar que essas duas recentes permissões são estratégias muito valiosas dentro de um planejamento de marketing odontológico. 

O que é obrigatório na publicidade odontológica?

O Código de Ética Odontológico também especifica itens que são obrigatórios em materiais de publicidade. Veja quais são: 

  • Nome e número de inscrição da pessoa jurídica ou física, incluindo a identificação do responsável técnico no caso de pessoa jurídica; 
  • A especificação da profissão executada como cirurgião-dentista e similares. 

Vale lembrar que a responsabilidade pela publicidade odontológica ofensiva é de todos os envolvidos na prática. Dentre eles, podemos citar os proprietários do consultório e/ou clínica, responsável técnico e demais profissionais relacionados ao ato. 

E como fazer uma boa publicidade do seu negócio? 

Agora que você já sabe o que é ou não permitido na propaganda odontológica, é hora de descobrir a melhor maneira de praticar a publicidade na odontologia. Em seguida, você confere algumas dicas valiosas e eficientes. 

Conheça bem o seu cliente 

Saiba para quem você está oferecendo os seus serviços, principalmente se você tiver alguma especialidade. Isto é, foque nas necessidades desse público. Ou seja, é importante saber também em qual meio de comunicação o seu cliente é mais ativo, para que as ações de marketing sejam melhor aplicadas a um determinado instrumento de divulgação, como a TV ou o Instagram, por exemplo. 

Invista em marketing de conteúdo 

Marketing de conteúdo é essencial nas ações de propaganda odontológica. Esse tipo de marketing nada mais é do que oferecer matérias interessantes e valiosas para o seu público, sem falar necessariamente sobre procedimentos. 

Fazer posts informativos ou promover lives com convidados da área, são bons exemplos de educar o seu cliente. Só não se esqueça de falar em uma linguagem acessível, que facilite o entendimento do seu leitor/espectador. Lembre-se que você, enquanto profissional, está falando para pessoas comuns e não para colegas de trabalho. 

Planeje as suas ações 

Escolha as redes sociais nas quais irá atuar e os temas que abordará. Faça um planejamento de postagens e defina criteriosamente quem ficará responsável pela criação de conteúdo. É importante ter consistência nas postagens para fortalecer a sua presença na rede social. 

Fale dos resultados positivos e não dos procedimentos em si.

Mostre o quanto determinado serviço foi importante para a qualidade de vida do seu paciente. Não precisa dar detalhes dos procedimentos, usando termos técnicos. O importante é focar em conteúdo informativo e de fácil compreensão para todos. 

 

Como vimos, a publicidade odontológica é uma prática essencial para o cirurgião-dentista que tem o objetivo não só de divulgar o seu trabalho, mas também de se aproximar cada vez mais do seu público. Agora que você já sabe o que é ou não permitido na publicidade odontológica, o próximo passo é investir em boas estratégias de marketing para alavancar ainda mais o seu negócio. 

Equipe Dental Speed

Artigos Relacionados