Aproximadamente 10% dos brasileiros são atingidos por algum tipo de deficiência, e alguns desses exigem cuidados especiais no momento da escovação. Com a tecnologia avançando alguns produtos melhoram esse momento e diminuem as dificuldades. Hoje o blog Eu Amo Odonto irá falar sobre as escovas elétricas no auxílio da escovação de paciente especiais.

Para aqueles que querem facilitar a escovação, possuem pouco tempo ou preguiça, este produto já é bem utilizado, agora para melhorar a vida de pacientes especiais será que o produto é aconselhado? No seu consultório você indica?

O acompanhamento odontológico para esses pacientes deve ser rotineiro e bem eficiente. Não poderia ser diferente, a prevenção e o controle garantem a saúde bucal! As melhorias das condições bucais fazem reduzir a necessidade de intervenção no consultório, que em muitos casos pode ser extremamente complicada. Por isso o produto é muito eficiente nesses casos, porque oferece dentes limpos e gengivas sadias em um curto tempo e com maior facilidade.

As escovas elétricas, como exemplo a Professional Care 500 da marca Oral-B, que pode ser encontrada no site da Dental Speed, auxiliam esses pacientes devido à falta de habilidade motora. Com essa motivação e facilidade estes pacientes conseguem realizar a escovação sozinhos, garantindo a higiene dental.

Confira a opinião de profissionais

A Dra. Juliana Lemes, afirma que indica para idosos, e pessoas com dificuldades motoras, em casos de crianças que precisam de motivação para a escovação. “Porém nesses casos deve ter o acompanhamento e a complementação da escovação, feita pelos pais e responsáveis”, complementa.

A odontopediatra, Priscila Alencar ressalta que a escova elétrica chama muita atenção dos pequenos pelo seu modelo e como o próprio nome sugere – sua ação elétrica. “Tal iguaria tecnológica é indicada para crianças com alguma necessidade especial, cuja coordenação motora esteja impossibilitada de ser estimulada, e nos casos em que a motivação na escovação se faça necessária” ressalta a Dra. Priscila.