Sobre Estética Além Dos Dentes

Dentista de Sucesso

Como dito no texto anterior, os Dentistas são capacitados para atuar em procedimentos estéticos faciais, por meio de produtos injetáveis, como toxina botulínica, preenchedores faciais e outros.

Apesar das críticas constantes e dúvidas por parte dos pacientes se esses tratamentos podem ser realizados em consultórios odontológicos, lembramos a Resolução n° 176/2016, que justifica o porquê de podermos atuar nessa área.

TOXINA BOTULÍNICA

O termo BOTOX diz respeito a uma marca comercial da toxina botulínica tipo A. Existem diversas marcas comerciais, mas o procedimento ficou conhecido pelo nome desse produto em especial. A toxina é uma substância biológica produzida por animais, vegetais ou microorganismos e, portanto, possui natureza proteica. Trata-se de uma neurotoxina ativa, denominada Clostridium botulinum.

Comercialmente, existem sete tipos de toxina antigênicas distintas (A, B, C, D, E, F e G), sendo que apenas os tipos A está disponível no mercado brasileiro.

A toxina age na base motora do músculo, impedindo liberação de acetilcolina na fenda sináptica, resultando de denervação química e funcional do músculo, o que impede sua contração. O restabelecimento da atividade muscular ocorre em aproximadamente quatro meses, voltando de forma gradativa. Portanto, sua ação é temporária e diretamente relacionada ao grau de atividade muscular. Pacientes que tem grande movimentação muscular (hipercinéticos) tendem a ter o tempo de ação da toxina diminuído.

Como sabido, a ação do Cirurgião Dentista compreende a linha de inserção do couro cabeludo ao osso hioide e, sendo assim, são procedimentos liberados para a Odontologia:

_ aplicação de toxina para tratamento de bruxismo

– cefaleia

– distonia

– sorriso gengival

– glabela e músculo frontal

– pés de galinha

– elevação de sobrancelhas

– expressão nasal

– levantamento da ponta do nariz

– sulco nasolabial

– linhas múltiplas do sorriso

– lábio superior

– linhas de marionete

– pregas mentuais

É muito vantajoso agir na formação de rugas estáticas (que são visíveis com a musculatura em repouso) para prevenir o envelhecimento facial.

Após a aplicação o paciente pode apresentar edema, dor, equimose e dor de cabeça.

PREENCHIMENTO FACIAL

O ácido hialurônico é reabsorvível, biocompatível, biodegradável e de fácil armazenamento, não causa reações alérgicas. Não reage com outros materiais de preenchimento, com exceção do PMMA.

O procedimento é indicado para o tratamento de rugas estáticas (que aparecem sem que a musculatura esteja em movimento), como nos sulcos labiomentonianos, nasogenianos, linhas periorais e comissuras labiais. Também é utilizado para aumento de volume labial, definição de contorno e definição do arco do cupido.

A substância preenche os espaços entre as células e, por atrair água para o local de sua aplicação, contribui para a hidratação do tecido, além do ganho de volume das áreas enrugadas.

O tratamento pode ser realizado sob anestesia local em consultório e os resultados são visíveis imediatamente. A duração varia de nove meses a um ano e meio, dependendo da área de aplicação.

O legal disso tudo é ver a Odontologia sendo inserida num novo contexto de promoção de saúde, onde trabalhamos com o bem estar psicológico e autoestima. Os procedimentos, aliados, aos tratamentos dentais, contribuem para o embelezamento facial e melhora da qualidade de vida dos pacientes.

*Juliana Lemes é graduada pela UNESP-SJC, atua em clínica geral e estética dental. Dentista 10h por dia, “escritora” nas horas vagas e “maquiadora” de vez em quando – das resinas, dos clareamentos, dos sorrisos e dos pincéis!

Artigos Relacionados

Harmonização Orofacial

Harmonização Orofacial

Dentista de Sucesso
O conceito de Harmonização Orofacial diz respeito ao conjunto de procedimentos responsáveis pelo equilíbrio estético e funcional da face.
Plágio na Internet

Plágio na Internet

Histórias de Dentista
Nós vivemos uma época em que é mais fácil copiar do que criar conteúdo e, nessa história, as pessoas criativas sofrem com este crime.