O Dentista nos Hospitais

Mesmo após comprovada a importância da presença do cirurgião dentista em ambiente hospitalar, especialmente em Unidades de Terapias Intensivas, o Projeto de Lei que torna obrigatória a presença do profissional de Odontologia em hospitais foi vetado pelo presidente da república.

A justificativa? Custos.

Isso representa um retrocesso e quem sai perdendo é a sociedade.

Em Abril de 2019 o Senado aprovou a lei que torna obrigatória a presença do dentista para assistência aos pacientes internados em hospitais públicos e privados e aos pacientes em regime de internação domiciliar. No começo do mês, o PL foi vetado integralmente por inconstitucionalidade, uma vez que prevê “aumento de despesa pública obrigatória, sem o cancelamento equivalente de outra despesa obrigatória e sem que esteja acompanhada de estimativa de seu impacto orçamentário e financeiro”. Em resumo: estava tudo certo até a “conta” do investimento ser apresentada. Sabe-se sobre a importância da atuação do CD, mas não tinha que pagasse por isso.

Mas, por que é tão importante nossa presença em Hospitais?

De acordo com o CEO, a Odontologia Hospitalar é a especialidade cuja prática visa os cuidados com a saúde bucal dos pacientes submetidos a tratamentos multidisciplinares complexos e cabe ao CD internar e assistir esses pacientes, seja na rede pública ou privada.

As condições de saúde geral dos pacientes internados podem agravar quando sua condição de saúde bucal é negligenciada. A cavidade oral é a principal porta de entrada de micro-organismos patogênicos, principalmente os causadores de infecções respiratórias, sendo essas as principais causas de morbidade de mortalidade nos hospitais. Pacientes hospitalizados, normalmente, não têm condições motoras de manter uma higiene bucal satisfatória, necessitando de auxilio de equipe de saúde.

A higienização dificultada e o acúmulo de biofilme dental associado à imunidade baixa e deficiências vitamínicas são responsáveis pelo surgimento de lesões cariosas, agravo de doenças periodontais, endocardite bacteriana e pneumonia, principalmente porque cerca de 40% desses pacientes estão ligados a aparelhos de ventilação pulmonar, o que impede que a boca feche corretamente e favorece a colonização bacteriana.

A prática de higienização bucal do paciente acamado, evita a proliferação de fungos e bactérias e, assim diminui o risco de aspiração desses micro-organismos, contribuindo para a melhora e recuperação do paciente e diminuição da incidência de pneumonia e endocardite bacteriana.

Outro fator importante da presença do CD nos hospitais é que a melhora das condições de saúde bucal dos pacientes internados reduz significativamente os custos com as internações, pois diminui o tempo que esses pacientes permanecerão nas unidades.

O Dentista deve agir de modo a adequar o meio bucal, removendo placa e demais fatores que agravem ou causem doenças periodontais, lesões cariosas ou qualquer outra lesão bucal que causem outras infecções sistêmicas ou que representem desconforto aos pacientes.

A Odontologia Hospitalar caminha com outras disciplinas e tem como objetivo melhorar a condição de saúde geral dos pacientes. Precisamos de representatividade política para que sejamos reconhecidos na totalidade das nossas atribuições e não devemos nos calar no que diz respeito a atendimento de excelência dos pacientes.

Artigos Relacionados

A relevância da biografia no perfil do Instagram

A relevância da biografia no perfil do Instagram

Conteúdo Especial
A bio do Instagram é o primeiro conteúdo que o seu paciente vai ler assim que entrar no seu perfil. Antes de qualquer post do feed, dos stories e antes de decidir por seguir o perfil, é a sua bio que está em evidência. Se a primeira impressão é a que fica e convida para acompanhar, como fazer esse texto tão curto ser o mais atrativo possível?
Simples Dental – As vantagens de usar uma agenda online

Simples Dental – As vantagens de usar uma agenda online

Conteúdo Especial
Organizar o tempo é fundamental para darmos conta de todos os compromissos e, principalmente, não perdermos as oportunidades de captação de novos clientes. Por isso, vamos falar sobre o Simples Dental, um software pensado para ser prático, eficaz, intuitivo, leve e simples, como o próprio nome diz.